13 Patrimônios Históricos da Humanidade Brasileiros

Publicidade

Sabe aquele lugar incrível e super importante para uma região? Ele pode ser tombado como Patrimônio Histórico da Humanidade. Para isso a UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura faz uma profunda avaliação de sua relevância para a história, seu grau de conservação e seu significado artístico, cultural, religioso, documental ou estético.

Atualmente, são cerca de 911 localidades distribuídas em mais de 140 países, sempre em constante renovação. As obras escolhidas recebem apoio para a manutenção e conservação da área e para que sejam espaços vinculados a pesquisas e abertos ao público para visitação, visando nunca nos esquecermos da história e cultura locais ao longo dos tempos.

O Brasil possui 13 locais considerados patrimônios histórico da humanidade, que estão sob os cuidados do IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, órgão brasileiro vinculado a UNESCO responsável pelas análises e manutenção das áreas.

Minas Gerais é o Estado com maior número de honrarias e Oscar Niemeyer é o arquiteto com maior número de projetos. E que tal fazer um roteiro turístico para conhecer essas belezas históricas do nosso país? Confira aí abaixo.

1 – Brasília

O Distrito Federal é Patrimônio Mundial desde o ano de 1987 e seu conjunto urbanístico é dos mais bonitos e modernos do mundo. A UNESCO a considerou um “divisor de águas” sobre conceitos arquitetônicos e de planejamento urbano.

brasilia

Tudo começa pelo Plano Piloto de Lúcio Costa, criado em 1960, além dos edifícios arquitetados por Oscar Niemeyer, tudo em harmonia com o design da cidade, que tem o formato de um avião. Os prédios possuem uma simetria entre si, tantos os oficiais federais como as casas e prédios de moradia. Um dos mais conhecidos é o Planalto Central, onde poder legislativo, judiciário e executivo estão no mesmo patamar, lado a lado, como demonstração máxima de unificação do poder.

brasiliaThaisy

Embora planejada para 500 mil habitantes em 2000 e com atuais mais de 2 milhões, a cidade sofreu as consequências desse super povoamento, criando cidades satélites próximas a região central, sem o mesmo cuidado no planejamento que a Capital.

2 – Goiás (GO)

A cidade de Goiás representa a colonização do Brasil pelos bandeirantes, a partir da região Central. Suas construções são de 18 e 19, com técnicas próprias de construção, mas inspirada na arquitetura europeia, e com plena harmonização com o local que é rodeado pela Serra Dourada e pelo Rio Vermelho.

goias-velho-goiania

Mesmo modesta, a arquitetura das construções de Goiás (também chamada de Goiás Velho) é de grande riqueza. Suas ruas sinuosas e quase nenhuma plana, possui casas e igrejas que não passaram pelo reflexo da modernidade.

3 – Paisagens Cariocas (RJ)

A cidade do Rio de Janeiro é dividida entre o mar e as montanhas, que tornam seu visual único e espetacular. A Unesco tombou o ponto mais alto do Parque Nacional da Tijuca, onde fica a maior floresta urbana do mundo, até o mar.

morros-cristo-corcovado-rj

Inclui o Corcovado e o Cristo Redentor, o Aterro do Flamengo, a Baía de Guanabara com o Pão de Açúcar, Copacabana e toda a área urbana dessa parte da zona sul.

lindo-cristo-redentor-corcovado-rj

Conhecida em todo o mundo e principal cidade turística do Brasil, também estão incluídos como patrimônio a cultura, arte e o povo local.

4 – Centro Histórico de Salvador (BA)

Após uma ampla reforma, o Pelourinho voltou a ter seus belos traços históricos que o levaram a categoria de Patrimônio Histórico da Humanidade, junto com todo o Centro Histórico de Salvador.

foto-pelourinho-salvador-bahia-brasil-1000

A cidade de Salvador foi a primeira capital do Brasil, nos anos de 1549 e 1763, e recebeu a mistura tipicamente brasileira de brancos, negros e índios, com nítidas evidências do poder dos colonizadores.

Sua arquitetura é baseada na Europa portuguesa e renascentista, feita com perfeição numa topografia difícil. Os destaques são para as casas coloridas do Pelourinho, as calçadas de pedra sabão e as obras religiosas e militares.

foto-pelourinho-salvador-bahia-brasil-0758

O sincretismo religioso PE também um marco na cidade, que mesmo possuindo grande número de igrejas católicas, possui diversas simbologias de religiões africanas.

5 – Olinda (PE)

A cidade de Olinda fica acima da cidade de Recife, capital de Pernambuco. Construída em 1535 para que permitisse uma visão estratégica do Oceano, seu ponto mais alto fica na Catedral da Sé. Do alto é possível observar os 1500 imóveis tombados, de diferentes tipos arquitetônicos e que incluem igrejas, mosteiros, conventos, casas e prédios militares.

foto-olinda-pernambuco-8046

A cidade foi reconstruída após invasão e saque dos holandeses, onde manteve sua estrutura histórica e seu charme peculiar de casas coloridas, belos jardins e fachadas de azulejos do século 18 e 19.

6 – Centro Histórico de São Luís (MA)

Fundada pelos franceses e ocupada pelos holandeses, a cidade de São Luís, no Maranhão, é marcada pela arquitetura colonial e um original projeto urbanístico de ruas retangulares.

arvore-praca-centro-historico-sao-luis-ma

Embora a maior parte da arquitetura seja francesa, após a retomada dos portugueses em definitivo, a cidade ganhou seus detalhes como os belos azulejos de muitas fachadas dos antigos casarões.

centro-historico-sao-luis

A estagnação da economia na cidade permitiu que a modernidade não modificasse suas obras, o que fez a conservação de toda uma estrutura histórica de suma importância.

Você está conferindo a lista dos 13 Patrimônios Históricos da Humanidade que foram tombados no Brasil. Se está gostando das dicas, compartilhe no seu Facebook, ou tuíte, e convide os amigos!

Compartilhe no FacebookCompartilhe no Twitter

7 – Praça São Francisco, em São Cristóvão (SE)

Uma praça quadrilateral de uma pequena cidade sergipana mereceu o honroso status de Patrimônio Histórico da Humanidade, pela importância história de seus prédios. A cidade de São Cristóvão foi a primeira capital de Sergipe e mantém ao redor da praça, a Igreja e Convento de São Francisco, a Igreja e Santa Casa de Misericórdia, Palácios e casas que celebram a união das coroas de Portugal e Espanha, após a destruição da cidade pelos holandeses.

foto-sao-cristovao-em-sergipe-2544

A arquitetura de todos os prédios é baseada na ordem religiosa que colonizou grande parte do Nordeste brasileiro, a franciscana, e certamente é ponto belíssimo de conhecer em Sergipe.

8 – Ruínas de São Miguel das Missões (RS)

A área que pertencia aos índios guaranis preserva ruínas, de diferentes estados de conservação e arquitetura, das missões jesuítas no local.

sao-miguel-missoes-rs

São Miguel das Missões faz parte de um conjunto de outros cinco povoados que incluem a Argentina, com as ruínas de San Ignacio Miní, Santa Ana, Nuestra Señora de Loreto e Santa María La Mayor. Todos da Companhia de Jesus Espanhola.

9 – Parque Nacional Serra da Capivara (PI)

O Parque Nacional Serra da Capivara é o mais importante sítio arqueológico do Brasil e mais antigo da América do Sul. Com vestígios da mais remota presença humana na região, há mais de 300 pontos com pinturas e gravuras rupestres distribuídas em cavernas rochosas.

Serra-da-Capivara

Feitas a mais de 25 mil anos, ela representa o povo que originou as Américas e toda sua cultura, costumes e tipo de vida. As descobertas no Sítio Arqueológico Boqueirão demonstram que houve provável vida no local a cerca de 60 mil anos.

O espaço ainda preserva parte da caatinga e tem uma extensa fauna e flora típicas brasileiras.

10 – Ouro Preto (MG)

A antiga cidade de Vila Rica foi fundada no final do século XVII e preserva seu Centro Histórico que conta muito sobre a vida da época do ouro do Estado.

foto-centro-historico-de-ouro-preto-mg-0171

Ponto de convergência entre os mineiros de ouro e os centros de exploração, foi construída entre um vale estreito e as famosas encostas de Minas Gerais. Atualmente, suas ladeiras possuem as mais significativas obras arquitetônicas do barroco brasileiro.

foto-igreja-matriz-nossa-senhora-do-pilar-em-ouro-preto-mg-0581

Sua importância histórica também inclui ser o símbolo da liberdade do país, já que foi local do movimento liderado por Tiradentes, o José da Silva Xavier, onde foi preso e levado a forca no Rio de Janeiro.

11 – Santuário Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas (MG)

Cada parte do Santuário Bom Jesus de Matosinhos tem uma profunda importância histórica e cultural para a humanidade. Lá se concentra as principais obras de Aleijadinho, um dos maiores artistas brasileiros, cujos 12 profetas do Antigo Testamento bíblico, feitos de pedra sabão, estão logo no Adro da Igreja.

foto-basilica-do-senhor-do-bom-jesus-de-matosinho-mg-0042

O conjunto arquitetônico engloba uma igreja, um adro, seis capelas anexas e inúmeras obras de arte. Representante do Brasil colonial e com rica decoração interna com talhas em ouro, o local é também centro de devoção e recebe milhares de peregrinos anualmente.

foto-basilica-do-senhor-do-bom-jesus-de-matosinho-mg-0007

No interior das seis capelas, conhecidas como Passos da Paixão, há cenas da Paixão de Cristo cujas 66 estátuas foram criadas por Aleijadinho e sua equipe. Além dessas peças, há pinturas e esculturas que seguem o estilo rococó italiano de diversos autores da época.

12 – Centro Histórico de Diamantina (MG)

A cidade de Diamantina é considerada uma das maiores jóias culturais de Minas Gerais. Criada no século 18, cercada de rochas recheadas de diamantes de onde se tornou o principal pólo de extração da pedra no mundo na época. Foi escolhida pela Unesco por representar o esforço humano na cultura e arte em meio a um ambiente selvagem.

DIAMANTINA-ASA-COLONIAL-E-MERCADO-MUNICIPAL

Suas obras são mais simples que outros patrimônios históricos de Minas Gerais, mas possui características singulares como o estilo barroco mais delicado e uma cultura muito específica da região.

13 – Conjunto da Pampulha, Belo Horizonte (MG)

Com a ideia de projetar o bairro mais bonito do Brasil, Jucelino Kubitschek, Oscar Niemeyer e Lúcio Costa se unirão para criar a Pampulha, em Belo Horizonte, em 1940. Era o início de grandes obras brasileiras e que marcariam a arquitetura mundial.

foto-complexo-da-lagoa-da-pampulha-em-belo-horizonte-mg-0831

Ao redor de um lago artificial, as construções mais famosas são a Igreja de São Francisco de Assis com painéis de Cândido Portinari e esculturas de Alfredo Ceschiatti e José Alves Pedrosa, a Casa do Baile, o Museu de Arte, os jardins de Burle Max e a marquise.

foto-complexo-da-lagoa-da-pampulha-em-belo-horizonte-mg-0691

A Pampulha foi a mais recente inclusão brasileira na lista de patrimônios históricos da humanidade, onde a escolha foi baseada na unificação de uma arquitetura inovadora, influências regionais, harmonia com a natureza local e originalidade.

***
Agora que você sabe onde estão os Patrimônios Históricos da Humanidade aqui no Brasil, bóra conhecer todos eles? Planeje sua viagem e descubrirá coisas incríveis da nossa história e cultura!

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  03 de Fevereiro de 2017

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

DICAS RECENTES DO BLOG

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2018 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site