Lugares e curiosidades de Brasília, a Capital Federal

Publicidade

Brasília é centro político do País, onde nossos governantes decidem o rumo social, econômico, diplomático, dentre tantas outras discussões. Mas, além da Esplanada dos Ministérios, Brasília também possui muitas atrações, com intensa vida cultural e uma bela natureza em meio ao Cerrado.

Quem tem o privilégio de conhecer Brasília poderá observar bem de perto toda a arquitetura moderna traçada por Oscar Niemeyer e Lúcio Costa, que planejaram toda a cidade. Mas, Brasília reserva lugares e várias curiosidades bastante interessantes. Separamos algumas.

Brasília - Congresso Nacional

Brasília – Congresso Nacional

 

1. Oscar Niemeyer era estagiário de Lúcio Costa. Ambos foram responsáveis pela construção de Brasília.

2. Brasília é inteiramente planejada e fizeram um concurso para escolher o melhor desenho para Capital. O projeto em formato de avião de Lúcio Costa ganhou e passou a ser chamado de Plano Piloto. Lúcio levou em conta o relevo local bastante plano e criou uma setorização.

3. Cerca de 60 mil trabalhadores construíram a Capital Federal. Eles vieram de várias partes do país e também do exterior. Os núcleos criados para eles morarem na época expandiram e hoje são as cidades-satélites, como a Candangolândia e o Núcleo Bandeirantes.

4. Brasília é dividida em regiões administrativas, não em municípios como outros Estados. Assim também não há prefeito. O Governador do Distrito Federal faz o papel do poder maior regional.

5. Brasília é a cidade moderna com maior área urbana tombada pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade. Os cerca de 112 quilômetros quadrados não podem ser modificados devido a isto.

6. Tom Jobim e Vinícius de Moraes estiveram no Catetinho (primeira casa oficial de Juscelino Kubitschek) e lá compuseram a Sinfonia da Alvorada, hoje Hino da Capital. O Catetinho foi construído em apenas 10 dias e hoje é um museu que abriga um acervo de objetos e mobiliário da época da construção de Brasília.

7. Brasília não tem esquinas. Na área residencial não há muros. As quadras se dividem em residências, área verde e estacionamentos. Entre as 60 quadras estão localizados empreendimentos comerciais, bares e restaurantes em geral, além de algumas escolas, igrejas, academias, etc. Em cada ponta das asas do Plano Piloto estão os hospitais, clínicas e centros de saúde. Próximo ao eixo principal do “avião”, os dois shopping principais: Pátio Brasil e Brasília Shopping. E próximo deles estão os hotéis. Simples de se localizar, não?

8. Os nomes das ruas levam o seu sentido: W e L, ou seja, oeste e leste, seguido da outra direção: norte ou sul. Assim, você poderá estar na W2N (a segunda oeste na Asa Norte) ou L4S (quarta rua leste na Asa Sul). Os endereços postais são praticamente só siglas: SQS 214, quer dizer SuperQuadra Sul 214. Este é o endereço de um prédio residencial.

9. Brasília foi construída e planejada para não ter fios aéreos. Quando andar pelo Plano Piloto note que a maior parte da fiação está enterrada. Infelizmente, com o passar do tempo, alguns fios já são aparentes.

10. Quem visita a SQS 105, uma das primeiras quadras de Brasília, vai sentir uma semelhança com o conjunto residencial do Parque Guinle, no Rio de Janeiro, que dizem ter inspirado Lúcio Costa nos desenhos.

11. O Lago Paranoá foi criado pelo represamento do Rio Paranoá, que passava pela região e hoje é o principal ponto de lazer da Capital. Possui até uma hidrelétrica. O Pontão do Lago Sul recebe muitos moradores e turistas e é um dos pontos mais agradáveis para apreciar o por do sol.

12. A nascente do Rio Paranoá está localizada próximo a EPIA, entre o Núcleo Bandeirante, a Candangolândia e o Aeroporto.

13. Passando pelo Lago Paranoá está a Ponte Juscelino Kubitschek, inaugurada em 2002. A Ponta JK foi eleita pelo Engineering Society of the State of Pennsylvania (Sociedade de Engenharia do Estado da Pennsylvânia) como uma ponta mais bonita do mundo e tem seu formato em alusão as ondas do lago.

14. 17 prédios formam a Esplanada dos Ministérios, mas dois Ministérios fogem do padrão de construção: o Ministério das Relações Exteriores, que fica no Palácio do Itamaraty, e o Ministério da Justiça.

15. O Palácio do Itamaraty abriga dezenas de obras de arte de pintores e escultores famosos, vale a pena visitar.

16. O Palácio do Congresso Nacional não é simétrico. O Senado, que conta com 81 senadores, está localizado na cúpula menor com a concavidade virada para baixo, que significa maior reflexão e concentração. Já a Câmara dos Deputados reúne 513 políticos e está na cúpula maior virada para cima, onde pela simbologia estariam todas as ideologias e anseios do povo brasileiro.

17. A Praça dos Três Poderes tem este nome por abrigar, na mesma área, a sede do Poder Judiciário (Supremo Tribunal Federal), do poder Executivo (Palácio do Planalto) e do poder Legislativo (Congresso Nacional).

18. Os Dragões da Independência, que guardam o Palácio da Alvorada com o uniforme histórico, foram criados em 1808, como 1º Regimento de Cavalaria do Exército e permanecem até hoje com a mesma denominação. O então Príncipe Regente Dom João VI organizou esta unidade do Exército Brasileiro para guardar a Corte Portuguesa que se transferiu para o Brasil fugida da invasão napoleônica em Portugal.

19. A Igreja Nossa Senhora de Fátima fica na Quadra 308 Sul e é o primeiro templo de alvenaria do DF e, após uma reforma desastrada em 1960, só restou um dos lindos painéis do artista plástico Athos Bulcão.

20. A linda Catedral de Brasília, com vitrais da artista franco-brasileira Marianne Peretti, na verdade, chama-se Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida e tem duas curiosidades. a) Fale próximo a uma lateral curva das paredes que outra pessoa, posicionada metros de você, escutará tudo com clareza. b) A Catedral tem vários números “4” envolvidos: 4 apóstolos, 4 sinos, 16 (4×4) colunas de concreto e dizem que são 4 anjos (3 suspensos mais o Anjo da Guarda).

21. Entre as Quadras 315 e 316 está o Templo Budista Honpa Hongwanji, que foi tombado como Patrimônio Histórico da Capital e é um espaço belíssimo aberto a toda comunidade.

22. O esporte predileto em Brasília é o Basquete! A seleção local é grande destaque nacional e internacionalmente.

23. Brasília tem o Parque da Cidade- Sarah Kubitschek, com paisagismo de Burle Marx, na Asa Sul, uma ampla área verde com 420 hectares, excelente para caminhadas, esportes e atividades ao ar livre.

24. Brasília também tem o Parque Nacional de Brasília, uma reserva de Cerrado intacto, que preserva a fauna e flora da região e dispõe de trilhas demarcadas. O Parque também é chamado de Água Mineral, pois está na divisa de três bacias hidrográficas: Amazônica, do Prata e do São Francisco. A área tem deliciosas e refrescantes piscinas naturais abertas ao público. Fica a 50 km da Esplanada dos Ministérios.

25. Brasília foi projetada para o tráfego de carros, não sendo muito fácil o deslocamento a pé, pelas grandes distâncias e falta de calçadas. A melhor maneira para passear com mais agilidade e segurança é alugar um veículo.

26. A Ermida de Dom Bosco é o primeiro templo de Brasília, projetada pelo Oscar Niemeyer e construída em 1957. Sua localização exata na passagem do paralelo 15°, às margens do Lago Paranoá, é devido à aspiração de Dom Bosco, que em 1883, sonhou que a capital do Brasil estaria entre os paralelos 15° e 20°. Ela tem o formato de uma pirâmide de base inclinada, revestida em mármore branco e no interior há uma imagem do profeta em mármore dos irmãos Arreghini, que foi trazida da Itália em uma procissão fluvial em 1962. O local oferece uma vista privilegiada de todo o Plano Piloto, com destaque para o Palácio da Alvorada, o Eixo Monumental e a Esplanada dos Ministérios.

27. A inauguração do Museu da Cidade, na Praça dos Três Poderes, em 21 de abril de 1960, marcou a transferência oficial da Capital Federal do Rio de Janeiro para Brasília. O projeto também de Oscar Niemeyer tem na fachada oeste uma cronologia do processo de interiorização da Capital Federal, de 1789 a 1960, destacando algumas datas da história.

28. Há dois mirantes incríveis da cidade: Torre de TV e Flor do Cerrado. A Torre de TV analógica, com 224 metros de altura, fica no Eixo Monumental Oeste e permite uma linda vista da Esplanada dos Ministérios. Além disso, abriga o Museu das Gemas, com exposição de mais de 3 mil pedras preciosas do Brasil e do exterior e na sua base está a famosa Feira de Artesanato, lugar de comprar a lembrancinha da cidade. Já a Flor do Cerrado é outra antena de TV, agora digital, com formato futurístico, localizada na região de Sobradinho. Inaugurada em 2012 tem 185 metros de altura e possibilita vista de toda Brasília e partes do Distrito Federal.

29. Candango é o nome dado aos migrantes de Brasília, que construíram a cidade. Na Praça dos Três Poderes há um monumento os homenageando: Os Guerreiros. O nome também foi adotado pelo Festival de Cinema de Brasília e é o troféu concedido aos ganhadores.

30. O Distrito Federal só faz divisa com Goiás e merece sua visita!

BRASÍLIA - EDIFÍCIO DO MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES

BRASÍLIA – EDIFÍCIO DO MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  Banco de Imagem 20 de Abril de 2015

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

DICAS RECENTES DO BLOG

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2018 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site