Roteiro de 3, 5 e 7 dias pelo SUL DA BAHIA

Publicidade

Translator / Tradutor

Todo o estado da Bahia é de uma riqueza sem igual. Praias, destinos históricos, muita cultura e tudo o que representa o Brasil é encontrado por aqui. Já fizemos um post com um guia de 3, 5 e 7 dias pela cidade de Salvador e, dessa vez, queremos fazer outro roteiro somente falando do Sul da Bahia. Por estar um pouco longe da capital, é comum que pessoas programem suas viagens apenas para essa região, sem parar em Salvador.

Caso você já conheça a capital do Axé Music, o que acha de tirar uns dias de descanso também pelo sul do Estado? Montamos esse roteiro especial com praias, trilhas e muito mais para você aproveitar até uma semana inteira pelo destino. Confira.

Roteiro de 3 dias pelo Sul da Bahia

Montamos um roteiro partindo do aeroporto de Salvador, mas caso você queira partir do nosso ponto final e fazer o roteiro inverso, também pode. Nesse caso, terá que seguir a partir do Aeroporto de Vitória, no Espírito Santo ou de Porto Seguro, já na Bahia.

Dia 1 – Chegando em Morro de São Paulo

No seu primeiro dia de viagem, você partirá de Salvador em direção ao Morro de São Paulo. Ele fica na ilha de Tinharé, no município de Valença. É possível ir por terra, mas a forma mais rápida e prática ainda é uma travessia feita a partir da Baía de Todos os Santos. Os catamarãs saem de um portinho que fica ao lado do Mercado Modelo e custam entre 80 e 120 reais (preço por pessoa). Caso você esteja em grupo e dê para fechar um barco pequeno, é bem provável conseguir um bom desconto com os barqueiros.

A viagem da Baía de Todos os Santos até o Morro de São Paulo deve durar aproximadamente duas horas. Esse percurso já é uma atração em si, pois é possível observar toda a cidade de Salvador do alto-mar. Os bilhetes são comprados no terminal de barcos que fica na região ou diretamente com os barqueiros, caso opte por um serviço particular. Caso queira ir por terra, pode seguir viagem de carro ou de ônibus até Valença e de lá pegar um ferry boat, que custa de 20 a 40 reais por pessoa.

barcos-no-mar-travessia-para-morro-sao-paulo-ba

Provavelmente você chegará aqui no final da tarde ou à noite, mas ainda dá para aproveitar o primeiro dia. Se ainda der tempo, curta o lindo pôr do sol no Forte, que é o mais tradicional do lugar. Se a noite já tiver chegado, você pode aproveitar o primeiro dia em Morro de São Paulo para curtir as casas noturnas, que são muitas na cidade. Aos que buscam uma programação mais leve, a feira de artesanato da vila também é uma ótima opção de passeio.

Dia 2 – Aproveitando a vila e Boipeba

Tire a manhã do segundo dia para aproveitar a vila de Morro de São Paulo e você pode escolher entre a Primeira, Segunda, Terceira e Quarta Praia. Essas são as mais frequentadas e onde está concentrado todo o turismo de Morro de São Paulo. As piscinas naturais também são grandes atrativos desse primeiro destino pelo Sul da Bahia. Para quem gosta de praticar mergulho, as piscinas da Quarta Praia são as mais indicadas.

quarta-praia-morro-de-sao-paulo-ba-9089

De Morro de São Paulo seguiremos para Boipeba, uma ilha que fica a cerca de 45 minutos de barco, partindo de Valença. Você pode aproveitar a última barca do dia e seguir para o segundo destino, podendo aproveitar o terceiro dia com mais tranquilidade. A barca sai do porto de Valença e custa entre 13 e 15 reais. Caso queira fazer a travessia de catamarã, pagará entre 35 e 40 reais por pessoa.

boipeba-imagem-painel-1

Aos que querem seguir diretamente de Morro de São Paulo, há algumas embarcações que fazem esse tipo de trajeto, mas custam um pouco mais. Esses barcos chegam à Boipeba trazendo turistas de Morro de São Paulo, então cobram pelo passeio e não apenas pela travessia. Contudo, você consegue negociar e tentar pagar o mesmo valor dos barcos de Valença.

Em Boipeba você também encontra lindas praias. Visite as piscinas naturais de Moreré, aproveitando essas águas cristalinas. Dá para praticar snorkel e conhecer as lindas espécies de peixes coloridos que vivem na região. É preciso pegar um barco para chegar até Moreré. A forma mais rápida de se fazer isso é partir do porto da Boca da Barra.

A Ponta de Castelhanos também é outro ponto muito bom para quem gosta de praticar mergulho. Há diversos corais e algumas embarcações naufragadas que viraram atrativo turístico para a região. Dá para contratar instrutores de mergulho e equipamento caso você não tenha experiência com a atividade.

Para finalizar o segundo dia de viagem, dá para curtir o pôr do sol Rio do Inferno, considerado o melhor ponto da Ilha de Boipeba para aproveitar o final da tarde. Além da vista maravilhosa você também opções de bares, brincadeiras para crianças e muito mais.

Dia 3 – Curtindo Barra Grande

Nosso próximo destino é Barra Grande, uma pequena e rústica vila que guarda a Península de Maraú, considerada a mais bonita da Bahia. Aqui as ruas são de areia branquinha e muito fina, permitindo que você circule tranquilamente por toda a cidade e desfrute de um cenário único.

Apesar de serem em poucos hoje, Barra Grande nasceu a partir de uma vila de pescadores. Assim é bem comum você encontrar casinhas de taipa entre outras construções típicas desse tipo de comunidade.

Conheça a Península de Maraú com imagens em 360 graus clicando aqui.

Há algumas barracas na praia, mas a maioria desponta em um cenário mais simples e perfeito para quem gosta de cenários mais desérticos. Você pode chegar até Taipu de Fora, onde conhecerá a maior barreira de corais do país. Se gosta de praticar mergulho, essa é a melhor região para isso. O final do seu quarto dia de viagem será na Barra Grande Boulevard, onde você encontrará muitos restaurantes, bares e atrativos para curtir a noite.

Não há transporte que leve você de Boipeba até Barra Grande direto. Os barcos que chegam aqui partem geralmente de Camamu, na Ponte Grande, que fica ao lado do Mercado Central da cidade. De Camamu você faz um trajeto de 40 minutos até 1 hora e 20 minutos no máximo até Barra Grande e o valor da passagem varia entre 30 e 50 reais por pessoa, dependendo do tamanho da embarcação escolhida.

Roteiro de 5 dias pelo Sul da Bahia

Nos próximos dois dias de viagem passaremos por mais algumas cidades do litoral sul do estado. Você conhecerá um pouco de Itacaré e Ilhéus.

Dia 4 – A vila de Itacaré

Itacaré é um dos destinos preferidos para férias do povo da Bahia. Em uma outra viagem dá para aproveitar os atrativos aqui por uma semana inteira, mas nesse momento temos apenas um dia para curtir o destino. As praias da cidade apresentam aquele mar calmo, areia sempre branca e fina, deixando o visual ainda mais bonito e paradisíaco.

foto-praia-da-concha-em-itacare-bahia-8374

Apesar de estar longe da capital, Salvador, Itacaré mantém aquele clima baiano sempre em alta. Há algumas festas que acontecem durante o ano inteiro na cidade, sendo a maioria voltada para o Axé Music. A atmosfera hippie também é bem aparente em Itacaré. Você pode perceber, então, que dá para aproveitar tranquilamente, sem muita preocupação com luxo ou requinte. Tudo na cidade é simples e muito natural.

Em toda a cidade você também encontra muitas trilhas que levam às pequenas e escondidas praias. Havaizinho, Engenhoca, Prainha e muitas outras são exemplo dessas praias que ficam após caminhadas em meio à Mata Atlântica, presente na região. É muito importante que você contrate um guia para realizar essas trilhas, principalmente se é um viajante solitário. Apesar de serem caminhos simples, alguns registros de turistas perdidos foram registrados na delegacia de Itacaré. Sendo assim, a prefeitura normatizou a profissão de guia, que era até então alternativa.

foto-praia-do-resende-em-itacare-bahia-9681

Esportes e ecoturismo também é muito praticado em Itacaré. Manguezais, espaço para rapel, prática de mountain bike, passeios de caiaque, entre tantos outros são encontrados em Itacaré com muita facilidade. Há algumas agências de turismo local que vendem esses tipos de passeios tanto para viajantes solitários como para grupos. Você com certeza encontrará a melhor programação para esse dia.

Para finalizar o dia de aventuras e passeios, nada melhor do que curtir o pôr do sol na Ponta do Xaréu, onde fica a Praia da Concha. Esse é considerado o melhor ponto de Itacaré para aproveitar o final da tarde e o início da noite. Aos que querem esticar mais um pouco e aproveitar a balada da ilha, as ruas Pedro Longo e Lodônio de Almeida dispõem de bares, restaurantes, alguns pontos de baladinhas e centros de artesanatos. Vale a pena conhecer.

Nesta mesma noite ou na manhã do dia seguinte você pode seguir para o nosso próximo destino: Ilhéus!

Você está conferindo uma sugestão de Roteiro de 3, 5 e 7 dias pelo Sul da Bahia. Se está gostando das dicas, compartilhe no seu Facebook, ou tuíte, e convide os amigos!

Compartilhe no FacebookCompartilhe no Twitter

Dia 5 – Desbravando a Terra do cacau na Bahia

Ilhéus é conhecida mundialmente por ter sido cenário de filmes, novelas e outras obras. Além de um roteiro cultural, que envolve essa temática, você se surpreenderá com a natureza e os atrativos históricos que há na cidade. Pequena, é possível conhecê-la em apenas um dia, o que é perfeito para quem tem pouco tempo de viagem. Você pode partir de Itacaré para Ilhéus de ônibus sem nenhum tipo de dificuldade.

Logo cedo, pela manhã, você pode aproveitar para curtir as praias da cidade. Com muitos coqueirais, elas despontam em todo o cenário como que certando o pequeno município. Todas as praias de Ilhéus são muito bem compostas com quiosques, barracas e tudo o que você precisa para curtir um dia inteiro aqui. Infelizmente, nesse primeiro momento não há tanto tempo para explorar todas as praias, mas dá para escolher as principais e conhecê-las por algumas horas.

mirante-ilheus-bahia

Comece pela Praia dos Milionários, seguindo para Cururupe, passando pela Back Door, Batuba, Cai N’Água, Praia do Jairi, Canabrava, Acuípe, Praia do Marciano, São Miguel, Praia do Norte, entre outras. Essas são mais longe da cidade, mas é possível aproveitar as praias urbanas de Ilhéus, como a Praia da Avenida, Praia do Cristo, Praia da Concha e Praia do Sul.

No início da tarde, o Centro Histórico é um ótimo passeio. Dá para circular por todo o lugar em cerca de duas horas de caminhada, incluindo as paradas para fotos. Você verá a Casa de Cultura Jorge Amado, que é o mesmo prédio onde o escritor morou; também passará pelas duas principais igrejas da cidade, o Templo de São Sebastião e a Igreja de São Jorge dos Ilhéus; não deixe também de parar no Bar Vesúvio e no Bataclan, locais famosos e descritos no livro Gabriela, Cravo e Canela, de Jorge Amado.

Saindo do centro histórico de Ilhéus, você pode pegar um passeio pelas fazendas de cacau da região. As fazendas de Yrerê e Primavera são as maiores e mais procuradas para passeios. É possível encontrar facilmente empresas que vendem pacotes exclusivos e realizam esse projeto. É importante que você veja o tempo disponível para realizar o passeio e, dependendo da época da sua viagem, ele seja marcado com antecedência.

Voltando do passeio pelas fazendas de cacau, você terá ainda o finalzinho da tarde e a noite para aproveitar a cidade. É possível optar ainda por um passeio. Nossas dicas são:

  • Circuito Jorge Amado: onde você conhecerá um pouco mais sobre a vida e a obra desse escritor baiano mundialmente conhecido. Você pode incluir esse pequeno circuito no mesmo passeio que faz pelo centro histórico ou dedicar um tempo apenas para ele. A única diferença é que, optando pelo passeio individual, você terá direito à uma pequena encenação no final, dentro do Bataclan, de um trecho da maior obra do autor, Gabriela – Cravo e Canela;
  • Conhecer a Fábrica de Chocolate caseiro: por ser a terra do cacau, os chocolates de Ilhéus sempre ganharam destaque pelo mundo. A primeira fábrica de chocolates feitos de forma artesanal foi instalada aqui e está em atividade até hoje. Ela fica a cerca de oito quilômetros do centro da cidade e você pode chegar até o local através de vans locais ou contratando um passeio. No último caso, terá o acompanhamento de guias, que mostram mais sobre a fabricação, levarão você pela fazenda que há na fábrica e também outras atrações locais;
  • Passear pela Lagoa Encantada: principalmente no final da tarde, esse passeio é incrível e muito indicado para todos os turistas em Ilhéus. De barco, você passa por toda a Lagoa Encantada e parte do Rio Almada. O trecho tem quatorze quilômetros de extensão e o passeio pode ser contratado no local. É possível observar algumas cachoeiras, vilas de pescadores e espelhos d’águas que existem na região. O pôr-do-sol do alto da lagoa é algo indescritível e com certeza você irá adorar;
  • Passear pelo Mercado de Artesanato de Ilhéus: de dia ou durante a noite, o Mercado de Artesanato de Ilhéus também é um ótimo passeio na cidade. São 71 pequenas lojas, com o melhor do trabalho de artesãos locais, além de apresentações culturais e muita comida regional;
  • Conhecer a Estrada Parque de Ilhéus: para os que não dispensam um contato direto com a natureza, a Estrada Parque de Ilhéus será um passeio incrível. Indicamos fazê-la também ainda enquanto tem sol para que você possa observar melhor a Mata Atlântica existente na região. São 70 quilômetros de estrada, considerada a primeira totalmente ecológica do país. Você encontrará lindos mirantes, cachoeiras, lagos, rios e muito mais. Alguns viajantes optam por fazer parte do trajeto de bicicleta, outros caminham e alguns contratam um transporte local. Dá para fazer paradas, observar o cenários e ainda aproveitar alguns restaurantes que ficam no caminho, oferecendo o melhor da culinária baiana para os passantes.

Saindo de Ilhéus, vamos para um dos destinos mais cobiçados do verão baiano: Porto Seguro!

Roteiro de 7 dias pelo Sul da Bahia

Se você está pensando como destrinchar Porto Seguro em apenas dois dias, nós afirmamos: é uma tarefa realmente difícil. Esse destino é tão rico e lindo que passar um mês por aqui ainda será pouco! Como temos apenas dois dias, resolvemos simplificar o seu passeio e direcioná-lo aos principais pontos da primeira cidade do país.

Foi exatamente aqui que Pedro Álvares Cabral chegou com sua caravela em 1500. O apelo histórico de Porto Seguro é muito grande e também mais que justo. Sendo assim, dividimos o roteiro em um dia voltado apenas para passeios históricos e culturais, enquanto no outro dia, você poderá aproveitar o litoral da cidade.

Dia 6 – Reconhecendo a história do Brasil

No primeiro dia em Porto Seguro você pode aproveitar a manhã para circular pelo Centro Histórico da cidade, passando pelos principais pontos e conhecer ainda, alguns locais culturais e gastronômicos da região. Há muitas empresas oferecendo city tours na cidade. Eles são muito indicados para quem não tem tanto tempo para fazer o roteiro sozinho, o que é o seu caso. Por outro lado, eles também são um gasto a mais, o que pode não ser atrativo para quem faz uma viagem mais econômica.

O Centro Histórico de Porto Seguro foi o primeiro núcleo habitacional do nosso país. Aqui você verá ainda algumas construções da época do descobrimento, mesmo que em ruínas. Dá para identificar um pouco como eram as habitações da época e fazer aquele viagem ao passado. Igrejas, praças e comércios ainda são muito bem conservados pelo governo local e merecem também a sua parada por alguns minutinhos.

foto-centro-historico-em-porto-seguro-bahia-6365

O Marco do Descobrimento é o cartão-postal do centro histórico de Porto Seguro. Aqui você encontra muitos registros sobre a chegada dos portugueses e muito mais. Na região também há o Museu do Descobrimento, com documentos oficiais. Vale muito a pena conhecer.

monumento-centro-historico-porto-seguro-ba

Saindo do Centro Histórico, vale a pena fazer um passeio de barco para observar as baleias jubarte que vivem na região. Infelizmente esse tipo de atração não está disponível durante o ano inteiro. Apenas de julho a outubro elas dão o ar da graça por aqui.

Caso você esteja viajando em outro período, pode dedicar uma tarde inteira para a Passarela do Descobrimento ou Passarela do Álcool. Durante o dia dá para conhecer as casinhas, alguns pequenos museus, centros de artesanato e tudo o que movimenta a cultura de Porto Seguro. Facilmente você passará horas passeando e aproveitando as atrações dessa avenida. Para curtir a noite, a Passarela do Álcool também é uma ótima opção. É onde você encontrará feiras, festas, apresentações culturais e, claro, o melhor da culinária baiana.

passarela-do-alcool-porto-seguro-ba-7971

Dia 7 – Curtindo o sol da Bahia

No seu último dia pelo Sul da Bahia, nada melhor do que relaxar pelas praias de Porto Seguro. Você pode fazer um pequeno circuito ou escolher uma de sua preferência. As mais agitadas são: Praia de Taperapuã, Mundaí e Itacimirim. Para quem busca tranquilidade, indicamos: Curuípe, Rio dos Mangues, Ponta Grande e Mutá. Todas são próximas ao centro da cidade.

foto-praia-de-mundai-em-porto-seguro-bahia-6764

Você pode também esticar até Santa Cruz de Cabrália e encontrará as praias mais sossegadas e paradisíacas da região: Coroa Vermelha e Arakakaí.

Aos que querem praticar mergulho, Recife de Fora é o melhor lugar. Considerado um dos mais importantes Parques Marinhos do Brasil, é possível nadar com peixes coloridos e conhecer os corais locais.

Você ainda tem a opção de esticar até praias vizinhas e igualmente lindas: Trancoso, Arraial D’Ajuda, Caraíva, Praia do Espelho e Santo André.

Dica Extra e especial

No sul da Bahia não tem só praias. Você encontrará também um dos parques nacionais mais importantes do país, a Chapada Diamantina. Sabemos que você tem apenas uma semana de férias, mas se puder esticar por mais um dia ou retornar apenas para conhecer a região, recomendamos que faça isso! Claro que você terá o que fazer por muitos dias na Chapada, mas com 1 dia apenas dá ainda para curtir alguns pontos.

Diamantina_1500

Visite a Cachoeira do Diabo, a mais conhecida de toda a região, o Morro do Pai Inácio, a Gruta da Lapa Doce, Pratinha e a Gruta Azul. Esses são passeios pequenos e que dá para fazer em algumas horas. Você também terá um gostinho da natureza local e com certeza irá voltar para explorar mais!

Agora é só arrumar as malas, porque uma sugestão de roteiro você já tem! Vai começar por onde? Conta pra gente!

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  31 de outubro de 2016

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

Deixe o seu comentário

DICAS RECENTES DO BLOG

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2017 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site