PRAIA DO ESPELHO (BA): o que saber antes de ir e o que fazer

Publicidade

Uma dos lugares mais bonitos da já bela Porto Seguro, a Praia do Espelho vem ganhando cada vez mais a preferência e os corações de quem visita o litoral sul da Bahia. E por ficar a meio caminho entre Caraíva e Trancoso, outros dois paraísos bastante famosos da região, foi descoberta alguns anos atrás e viu o turismo aumentando consideravelmente nos últimos tempos.

E mesmo entre tantas praias de beleza exuberante – como acontece com quase todo a chamada Costa do Descobrimento, no sul do estado – a Praia do Espelho vem conseguindo se destacar. Considerada por muitos como uma das mais bonitas do Brasil, já foi conhecida apenas como Curuípe (nome da vila local) e é próxima da agora badalada Trancoso, mas não pense que por isso é tão fácil assim o acesso.

A lindíssima Praia do Espelho, na Bahia.
Foto: Ricardo Junior.

Com sua combinação encantadora entre mar azul e cristalino, piscinas naturais, falésias ao fundo da paisagem, areia branquinha e natureza intocada, a Praia do Espelho rapidamente conquistou muitos fãs. Dentro do povoado de Curuípe, onde fica localizada, ainda há todo aquele charme bucólico de uma pequena vila de pescadores. E por essas e outras é um dos maiores cartões-postais da incrível costa sul baiana.

Quer arrumar as malas correndo e rumar para lá? Vamos te ajudar com algumas dicas para preparar essa viagem inesquecível.

Como chegar na Praia do Espelho

A forma mais comum e usada pela maioria das pessoas que visita a Praia do Espelho é através de Trancoso. O percurso de carro, que pode ser alugado por lá, tem apenas 24 km de distância. Outra opção é partir de Arraial D’Ajuda, a 54 km, outro destino paradisíaco de Porto Seguro e mais próximo do centro da cidade para quem lá chega de avião.

Confira um Guia Completo de Porto Seguro.

Quem prefere não dirigir pode negociar com vans ou táxis locais o transporte – em geral, melhor para quem está em grupos grandes para conseguir um valor acessível e dividir a despesa. Ou ainda ir a uma das muitas agências de viagem e comprar o passeio para lá – bate e volta de um dia só ou apenas o traslado para ficar o quanto quiser.

A terceira opção, mais voltada para quem deseja economizar e gosta de caminhadas, é pegar um ônibus turístico de Porto Seguro com destino a Caraíva e pedir para descer no Outeiro das Brisas, condomínio e pousada perto da estrada que fica a pouco mais de 3 km da praia. Apesar do caminho ser belo, vale lembrar que na volta será preciso subir ladeira.

Piscinas naturais da Praia do Espelho, na Bahia.
Foto: Ricardo Junior.

Quando ir

A Praia do Espelho tem esse nome justamente pelos momentos em que a água reflete o céu e as falésias próximas em sua superfície quando está na maré baixa e são formadas piscinas naturais no mar. Para aproveitar o máximo da experiência, é bom consultar no site da Marinha (www.marinha.mil.br/chm/tabuas-de-mare) a previsão das marés para o Porto de Ilhéus, que é o ponto mais próximo medido com regularidade. Com essa informação, é possível planejar a visita para uma data em que a maré baixa aconteça durante o dia, já que varia muito ao longo do ano.

E vale prestar atenção em outras dicas importantes sobre o período para viajar até lá. No inverno, por exemplo, costuma chover mais na região – o que pode diminuir bastante a viabilidade do passeio e impedi-lo de aproveitar ao máximo. Já no verão a praia costuma ficar lotada com excursões, o que também está longe de ser o ideal. Então, como quase sempre, pode ser melhor se planejar para a baixa temporada, na primavera e no outono, quando a faixa de areia fica praticamente deserta.

As cristalinas águas da Praia do Espelho, uma piscina natural da Bahia.
Foto: Ricardo Junior.

Você está conferindo dicas da Praia do Espelho: o que saber antes de ir e o que fazer. Se está gostando, compartilhe no seu Facebook, ou tuíte, e convide os amigos!

Compartilhe no FacebookCompartilhe no Twitter

O que fazer na Praia do Espelho

Como já dito, consultar a tabela das marés faz toda a diferença para a sua experiência na Praia do Espelho. É claro que o lugar continua sendo belíssimo mesmo na maré alta, mas é na parte baixa que se torna paradisíaco e faz jus ao nome que tem. E as semanas de Lua Cheia e de Lua Nova são as melhores para isso.

Ao revelar a superfície espelhada, a maré baixa também deixa à mostra as piscinas naturais formadas por recifes. Em geral, as águas são rasas e bastante calmas, então é bom aproveitar o banho de mar e curtir bastante. O espelho d’água é realmente incrível, com o mar quase parado e ideal para usar um snorkel e observar a vida submarina com seus inúmeros peixinhos coloridos. Naturalmente, em dias de sol a visibilidade fica melhor – então programe-se para evitar as chuvas.

Praia do Espelho do alto do mirante, na Bahia.
Foto: Ricardo Junior.

Saída de uma pousada na Praia do Espelho, na Bahia.
Foto: Ricardo Junior.

As pousadas que ficam na beira da praia em geral oferecem cadeiras, espreguiçadeiras e mesas para seus hóspedes, então nada melhor que deitar e descansar, tomando uma cerveja ou água de coco (e comendo petiscos da culinária baiana, claro) e quando quiser rumar para um mergulho saber que o mar está logo ali na frente a poucos metros de distância. E, sim, apenas ficar lá e fazer nada é um dos melhores programas na Praia do Espelho. Acredite, não é um desperdício: pode ser extremamente revigorante e sossegado.

Reserve aqui seu hotel ou pousada na Praia do Espelho.

Aproveite também para conhecer a vizinha Praia dos Amores. Ela fica bem escondida entre uma falésia por trás, o mar na frente e pedras de ambos os lados, mas compensa o esforço. A água é calminha e seu nome vem justamente por conta do difícil acesso, já que a maré alta impede a passagem de volta para a Praia do Espelho – oferecendo um local reservado aos casais de namorados.

Praia dos Amores, vizinha a Praia do Espelho, na Bahia.
Foto: Ricardo Junior.

Seguindo adiante vem a Praia do Outeiro, ainda mais deserta, sem contar sequer com barracas e vendedores ambulantes. Ótima para quem deseja apenas caminhar em paz e mergulhar nas piscinas naturais sem nenhuma preocupação. Outras alternativas de praias próximas são a de Setiquara, perfeita para mergulhar com snorkel, e a Ponta do Toque Toque, onde é possível encontrar tartarugas.

Viaje pela Praia do Espelho com imagens em 360 graus.

Uma das opções para atividade diferente na Praia do Espelho, que é muito recomendada para quem quer sair um pouco da areia, é ir até um dos mirantes do Condomínio Outeiro das Brisas. Do alto dele o turista pode contemplar a vista panorâmica deslumbrante de todo o mar, especialmente da diferença entre a água e os corais em períodos de maré baixa. Quem fica hospedado lá tem diversos pontos de observação, mas quem vem de fora pode acessar um mirante logo atrás da entrada.

Praia do Espelho vista do Mirante do Condomínio Outeiro das Brisas, na Bahia.
Foto: Ricardo Junior.

Quem gosta de mar também pode agendar um passeio de barco até Corumbau, um vilarejo próximo. As águas transparentes e os recifes de corais formam mais piscinas em pleno mar, sempre de muita beleza – transformando a água quase em um aquário para quem mergulha. Esse tour também é bom para quem quer gastar menos nas refeições: é possível comer nas barracas de lá por valores mais em conta do que no Espelho.

Por fim, quem chega por lá costuma vir de Trancoso ou Caraíva, então não dá pra deixar de visitar as duas outras jóias da região. Existem passeios de lancha bate e volta para Caraíva, que fica a 25 km da Praia do Espelho. É uma pequena vila ainda mais rústica, já que sequer tinha luz elétrica até dez anos atrás. Já Trancoso, indo para o norte, oferece a mesma ambientação de mar cristalino, piscinas naturais e clima rústico, mas com um pouco mais de estrutura hoje em dia – e até uma certa sofisticação.

Praia de Caraíva, o vilarejo próximo a Praia do Espelho, na Bahia.
Foto: Ricardo Junior.

Ambas possuem muito charme e formam uma trinca imperdível junto com a Praia do Espelho. Conhecer uma e não as outras é quase um pecado por lá, já que ficam muito próximas e são maravilhosas e cada uma a seu jeito. Basta aproveitar a sombra dos muitos coqueiros, apreciar a vista do mar e das falésias e ficar em paz por quanto tempo quiser como em toda a Costa do Descobrimento.

Para comer e beber

Por ser ainda bastante reservada, a Praia do Espelho não conta com muita estrutura. São poucos os restaurantes e quiosques, em geral de preço um pouco salgado por conta da exclusividade. Os hotéis e pousadas também são poucos, então é bom preparar o bolso. E os estacionamentos locais são pagos para quem não é hóspede.

Apesar disso, definitivamente a visita é compensada pela beleza do local. Parar nas pousadas quase à beira-mar de noitinha, após um dia praia, é uma das melhores experiências possíveis no sul da Bahia. O por do sol, mesmo que o astro-rei não ‘mergulhe’ diretamente no mar da Praia do Espelho, é tão lindo quanto o de qualquer outro lugar na Bahia.

O céu estrelado e a lua (cheia ou não) ficam ainda mais evidentes pela pouca iluminação do local. Por isso, parar um pouco e se encantar é mesmo o melhor a se fazer, enquanto aproveita os comes e bebes onde está hospedado, para relaxar e renovar as energias. E descansar sem preocupações é mesmo o clima de quem viaja para o litoral sul baiano e para a Praia do Espelho.

***
Prontos para ir desfrutar das belezas da Praia do Espelho? Só arrumar as malas!

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  13 de novembro de 2017

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

DICAS RECENTES DO BLOG

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2018 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site