CIDADES HISTÓRICAS DE MG COM CRIANÇAS: o que saber antes de ir e o que fazer

Publicidade

Uma das melhores alternativas para que tanto adultos quanto crianças aproveitem ao máximo uma viagem é quando ela reúne história, cultura e lazer para todos. Assim, os pequenos podem aprender bastante mesmo nas férias com os passeios históricos e culturais, mas sem deixar de se divertir e de relaxar no merecido período de descanso. Então que tal pensar na região do Ciclo do Ouro em Minas Gerais?

Capitaneada por Ouro Preto, a antiga rota da Estrada Real no estado ainda inclui joias como Mariana, Tiradentes e São João Del Rei. A incrível riqueza do século 17 e 18 ainda permanece em muitos lugares por lá, garantindo que a criançada vai se encantar com igrejas quase totalmente douradas, minas de extração desativadas, passeios de trens antigos e um verdadeiro mergulho no passado, sentindo na pele como era a vida naquela época.

Centro Historico de Ouro Preto, MG
Foto: Ricardo Junior.

Por essas razões, a região figura como uma das mais visitadas no país. Entre história, cultura e diversão, ainda pode incluir na lista a deliciosa gastronomia mineira, cheia de quitutes que os filhotes vão adorar!

Então arrume a mala e siga nossas dicas para aproveitar tudo que for possível dessa viagem deslumbrante.

Como chegar

Como um dos principais destinos de turismo no Brasil, felizmente a região fica próxima da capital da Belo Horizonte. Assim, é garantido o fácil acesso às cidades mais importantes do Ciclo do Ouro, além de outras próximas. Após chegar no Aeroporto Internacional de Confins, que recebe voos constantes de todos os cantos, não há maiores problemas para se deslocar até o destino de escolha para começar a viagem.

Ouro Preto e Mariana, uma colada na outra, podem ser acessadas de carrro através da rodovia federal BR 356. O percurso tem aproximadamente 100 km e costuma levar cerca de duas horas. Para quem não vai dirigir, existem ônibus saindo de BH em diversos horários. Uma terceira opção é negociar com motoristas de táxi ou uber para ter mais conforto – eles costumam cobrar entre R$ 250 e R$ 300.

Entre Ouro Preto e Mariana há um ônibus circular de linha a cada 30 minutos, passando até pela Mina da Passagem. Ótima opção para conhecer ambas as cidades.

Já para as cidades mais ao sul, como as vizinhas Tiradentes e São João Del Rei, o trajeto de carro dura cerca de três horas através da BR 040, e depois pela BR 383 (logo depois de Congonhas) ou BR 265 (em Barbacena) – saindo da capital. Já para quem vai de Ouro Preto, basta pegar a MG 129 e depois a BR 265.

Não existem ônibus de Ouro Preto para Tiradentes ou São João Del Rei direto. É melhor contratar um passeio para fazer um tour completo em todas as cidades e não perder tanto tempo de deslocamento. O ideial é ir até os centros de informações turísticas das cidades e pedir indicações de guias credenciados. Isso garante segurança e melhor preço!

Quando ir

As férias escolares deixam qualquer lugar mais cheio e mais caro, e não é diferente com Ouro Preto, Mariana, Tiradentes e cia. Feriados prolongados também costumam encher bastante essas cidades, então não há muito como fugir. Em todas elas o inverno é a estação seca, com muito menos chuvas que o verão, mas também um certo friozinho gostoso durante a noite.

Você está conferindo CIDADES HISTÓRICAS DE MG COM CRIANÇAS: o que saber e o que fazer. Se está gostando das dicas, compartilhe no seu Facebook, ou tuíte, e convide toda família!

Compartilhe no FacebookCompartilhe no Twitter

O que fazer nas Cidades Históricas de Minas Gerais com crianças

Ouro Preto pode ser facilmente considerada a capital dessa região. A antiga Vila Rica foi um dos pólos mais importantes do Brasil no século 18 e até hoje guarda muitas riquezas e resquícios do período. Como Patrimônio Histórico da Humanidade para a Unesco, reúne o mais incrível acervo de arquitetura barroca do país. As crianças vão ficar de queixo caído com os casarões coloniais e igrejas incríveis de lá.

Vale lembrar que as inúmeras ladeiras de paralelepípedo da cidade podem representar um certo incômodo para os filhos menores. Para começar, são mais de 20 igrejas que se tornaram verdadeiras obras de arte. Sempre decoradas com muito ouro, muitas ainda possuem trabalhos de artistas famosos da época como Aleijadinho e Mestre Athayde. A Igreja de São Francisco de Assis e a Matriz de Nossa Senhora do Pilar podem ser consideradas as principais, mas visite tantas quantas puder – a criançada vai adorar toda a riqueza e decoração interior delas.

Conheça os pontos turísticos de Ouro Preto em imagens em 360 graus

A cidade ainda apresenta ótimas alternativas de museus para deixar os pequenos ainda mais por dentro da história da mineração no estado – além de casarões bem conservados abertos para visitação como forma de mostrar a vida por lá no passado. Em destaque estão a Casa dos Contos, a Casa dos Inconfidentes, o Museu do Oratório, o Museu de Arte Sacra, o Museu de Aleijadinho, o Museu da Inconfidência e o Museu de Ciência e Técnica.

Uma boa ideia é pegar um tuk tuk – aqueles pequenos carrinhos de cabine – para passear entre as igrejas, museus e outras atrações de Ouro Preto com a criançada. É certeza de diversão para eles.

Guia completo das Cidades Históricas de Minas Gerais

Para fechar a passagem na cidade, é sempre legal conhecer as antigas minas de ouro ainda abertas ao público – muitas delas dentro da própria cidade, como a Mina Chico Rei. Ou ainda ir ao Parque Estadual do Itacolomi fazer trilhas, visitar cachoeiras ou avistar a região em mirantes.

Igreja de São Francisco de Assis, em Ouro Preto, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Museu da Inconfidência, em Ouro Preto, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Mina de Ouro Chico Rei, em Ouro Preto, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Interior da Mina de Ouro Chico Rei, em Ouro Preto, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Pico do Itacolomi, em Ouro Preto, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Para ir até Mariana, nada melhor que pegar a tradicional Maria Fumaça com as crianças. A viagem é bem curtinha pela locomotiva do começo do século 20, feita de madeira. Leva menos de uma hora e funciona em finais de semana e feriados. Chegando lá, a luxuosa Catedral Basílica da Sé é o grande cartão-postal com sua decoração exuberante em ouro e até mesmo um órgão alemão datado de 1760. Já a Basílica de São Pedro dos Clérigos tem em sua torre a melhor vista panorâmica para os arredores.

Estação com Maria Fumaça, em Ouro Preto, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Estação de trem, em Ouro Preto, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Praça Minas Gerais com as igrejas da Sé e São Pedro dos Clerigos, em Mariana, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Chegando, a própria estação de trem de Mariana possui uma praça lúdico-musical excelente para os filhos, que funciona como parquinho, mas os brinquedos são em forma de instrumentos musicais. Entre as atrações históricas da cidade, a Casa de Câmara e Cadeia já funcionou como senzala, fundição de ouro e sede do governo mineiro (a cidade foi a primeira capital do estado).

Conheça Mariana em imagens em 360 graus

E a Mina de Ouro da Passagem é totalmente imperdível: é a maior do mundo ainda aberta para visitação, com 315 metros de trilhos que descem até 120 metros terra adentro. Lá no fundo existe uma lagoa, formada pelo alcance do lençol freático. Uma verdadeira aula de geologia para os pequenos.

Carrinho que leva os visitantes ao fundo da Mina de Ouro da Passagem, entre Mariana e Ouro Preto, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Mina de Ouro da Passagem, em Mariana, pertinho de Ouro Preto, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Lagoa na Mina de Ouro da Passagem, entre Mariana e Ouro Preto, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Descendo até Tiradentes, você pode contar logo para a criançada que a cidade foi batizada em homenagem ao líder da Inconfidência Mineira, que morava lá – e antes se chamava São José Del Rei, quase igual a sua vizinha “gêmea” São João. A cidade não é tão luxuosa quanto as outras da região, mas ainda conserva um dos mais bem preservados acervos de barroco do país e um charme peculiar.

Reserve seu hotel ou pousada em Tiradentes aqui!

E o barroco se encontra principalmente na Matriz de Santo Antônio, com muitas obras de arte no estilo rococó feitas por Aleijadinho. Já uma visita ao Santuário da Santíssima Trindade também é muito interessante, por ser a igreja que Tiradentes frequentava em sua época. Os filhotes ainda podem aproveitar bastante o Chafariz de São José. A cidade é famosa por conter muitos deles, mas esse é mais bonito com suas três fontes de água e a imagem do santo esculpida em terracota.

Outra opção divertida para conhecer Tiradentes é fazer um passeio de charrete. Elas estão por toda a cidade e fazem tour completo, passando pelos pontos principais da cidade.

Matriz de Santo Antônio, em Tiradentes, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Chafariz de São José, em Tiradentes, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Imagem de Tiradentes, que deu o nome a cidade, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Passeio de charrete, em Tiradentes, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Para fechar, ainda é possível levar as crianças para comprar lembrancinhas em alguns dos muitos estúdios e ateliês de artesãos locais em Tiradentes. Depois é hora de tomar a Maria Fumaça até São João Del Rei, ainda mais rapidinho do que a que liga Ouro Preto e Mariana: apenas meia hora de percurso.

Em São João Del Rei, aos domingos é possível assistir à disputada missa na Igreja de São Francisco de Assis. A celebração conta com espetáculo de música barroca e o terreno é cheio de palmeiras imperiais que vão impressionar os pequenos. A cidade também possui sua boa cota de museus e casarões coloniais para mergulhar os pequenos na história da região e do século 18.

Confira São João Del Rei em imagens em 360 graus!

O Museu Regional é o melhor para entender como vivia a cidade no passado. Já o Museu de Arte Sacra encanta com suas muitas peças antigas em ouro, mostrando o luxo do período por lá. E para impressionar a todos, o Solar da Baronesa de Itaverava é onde morava a personalidade da época, mas hoje virou centro cultural onde é possível apreciar seu estilo neoclássico de grande relevância histórica e arquitetônica para São João.

Maria Fumaça, na Estação de Trem de São João Del Rei, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Passeio de Maria Fumaça, em São João Del Rei, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Vagão antigo do Passeio de Maria Fumaça, em São João Del Rei, MG.
Foto: Ricardo Junior.

Além dessas quatro, a família ainda pode visitar outras como Congonhas, Santa Bárbara e Sabará, todas bem perto e com a garantia de ainda mais imersão no incrível passado do Brasil.

***
Com tanta história e cultura juntos, além de muitas outras atrações para encantar a criançada, as cidades históricas de Minas Gerais são ótimas opções para as férias de toda família. Ainda é fácil sair de lá com muitos presentinhos e, claro, experimentando o melhor da culinária mineira.

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  19 de dezembro de 2017

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

DICAS RECENTES DO BLOG

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2018 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site