Tudo Sobre a ROTA DA ESTRADA REAL: de Minas Gerais ao Rio de Janeiro

Publicidade

Quer conhecer cidades lindas e repletas de história e cultura? Então seu caminho é a Rota da Estrada Real, que vai de Minas Gerais ao Rio de Janeiro, pois o percurso é repleto de história e cultura e seus encantadores patrimônios culturais da humanidade estão sempre disponíveis para a visitação.

Uma viagem pelos Patrimônios Culturais da Humanidade em Minas Gerais

Confira agora tudo que você precisa saber para organizar sua viagem e se encantar no percurso inteiro!

Sobre o Percurso

A Rota da Estrada Real passa por três Estados sendo: Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, sendo o último o estado protagonista do percurso, tendo os principais pontos de visitação.

Foto placa Estrada Real.

A Estrada Real ligava Ouro Preto (MG) e Paraty (RJ) e era o caminho do ouro e outros minérios preciosos na época do Brasil Colônia.
Fotos de Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

O percurso pode ser feito de carro, bicicleta, cavalo (muitas tropas ainda passam por lá, mas agora a passeio) ou até mesmo caminhando! Tudo dependerá da quantidade de dias que você tem disponíveis para curtir a Estrada Real e da sua disponibilidade para praticar exercícios físicos!

O trecho conhecido como Caminho Velho, tem um total de 710 quilômetros e foi aberto oficialmente pela Coroa Portuguesa entre o litoral fluminense e a região mineradora de Minas Gerais, o percurso sai de Paraty, no Rio de Janeiro, até Ouro Preto (MG).

O caminho, hoje em grande parte está asfaltado e tem rodovias, porém, muitos trechos ainda permanecem em estrada de chão ou pedras, assim como era antigamente. Por isso, quem viaja de bike ou caminhando tem muitos cenários incríveis que de carro você poderá perder.

Quando ir fazer o percurso

O período chuvoso na região se estende entre outubro e março, por isso, antes de planejar sua viagem pela Estrada Real em Minas Gerais, dê uma olhada na previsão do tempo, porque a chuva pode comprometer a qualidade do passeio.

O recomendado é fazer de maio a setembro, quando é outono ou início da primavera e o cenário é ainda mais belo!

Pontos de Visitação

São vários os pontos a serem visitados nesse percurso e estão distribuídos pelas cidades. Selecionamos os mais importantes para você planejar suas paradas. Veja.

1. Ouro Preto – Minas Gerais

Ouro Preto é reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade! Durante o ciclo do ouro no Brasil, a cidade era o mais importante centro econômico e político do país.

Confira dicas de Ouro Preto e Mariana para um final de semana

Na região você poderá percorrer as ladeiras íngremes e se encantar com igrejas entalhadas pelas mãos de Aleijadinho, casarões coloniais, Museu da Inconfidência, lojinhas de pedras semipreciosas que são extraídas na região e a Praça Tiradentes.

Aos que são fascinados pelas histórias que envolvem as caçadas ao ouro no país, vale a pena visitar algumas minas que recebem os turistas para conhecer a região.

Foto entrada da Mina de Ouro Chico Rei, em Ouro Preto, MG.

Mina de Ouro Chico Rei, em Ouro Preto, MG. Visita obrigatória no início da Estrada Real.
Foto: Ricardo Junior.

2. Diamantina – Minas Gerais

Como se pode entender pelo próprio nome, Diamantina foi rica em pedras preciosas e lar de figuras ilustres da história do Brasil como Chica da Silva e Juscelino Kubistchek.

Vesperatas de Diamantina: Música, Cultura e Tradição

De casarios coloniais e igrejas barrocas a cidade recebeu título de Patrimônio Cultural da Humanidade em 1999 pela UNESCO e vale muito a pena a visita.

3. Glaura – Minas Gerais

Se você quer se hospedar em algum lugar mais calmo que Ouro Preto, Glaura é o destino ideal!

Com pousadas e fazendas aconchegantes, Glaura foi ponto fundamental da passagem dos bandeirantes. Atualmente o município se destaca pela produção de artesanato em azulejo.

Os apaixonados por doces não podem deixar de experimentar a goiabada cascão e o doce de leite em compota da região!

4. Congonhas – Minas Gerais

Com o turismo mais associado a questão religiosa, Congonhas é conhecida pela obra de Antônio Francisco Lisboa, mais conhecido como Aleijadinho.

A Basílica do Senhor do Bom Jesus de Matosinho é sua obra-prima com toda a área em sua frente com estações, onde estão 12 cenas com estátuas esculpidas em pedra sabão representando os apóstolos da bíblia em tamanho real.

Foto Basílica de Bom Jesus dos Matosinhos, em Congonhas, MG.

A belíssima Basílica de Bom Jesus dos Matosinhos, em Congonhas, obra prima de Aleijadinho e reconhecida como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco em 1985.
Fotos de Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

5. Tiradentes – Minas Gerais

Com agenda de eventos famosos e título de cidade história, a charmosa Tiradentes não pode ficar de fora da sua lista de pontos a conhecer!

Há muito onde caminhar no centrinho, com casas coloniais, muitas igrejas e museus. Aliás, uma experiência muito bacana é o passeio de Maria Fumaça que parte de Tiradentes para São João Del Rei.

Confira o Roteiro de 3 dias em Tiradentes e São João Del Rei

6. São João Del Rei – Minas Gerais

A cidade histórica possui importantes construções que valem a pena serem visitadas como o Solar dos Neves, que pertence à família do ex-presidente Tancredo Neves, e a Igreja de Nossa Senhora do Pilar que possui inúmeros detalhes banhados a ouro.

Também vale a pena visitar o acervo do Memorial Tancredo Neves, e entender melhor a história do presidente que nunca chegou a tomar posse!

Você está conferindo Tudo Sobre a ROTA DA ESTRADA REAL: de Minas Gerais ao Rio de Janeiro. Se está gostando das dicas, compartilhe no seu Facebook, ou tuíte, e convide os amigos para fazer esse percurso!

Compartilhe no FacebookCompartilhe no Twitter

7. Carrancas – Minas Gerais

Pequena e muito charmosa o destaque de Carrancas se dá muito mais pelas cachoeiras da região do que por fatos históricos.

Vale a pena conhecer as pinturas rupestres encontradas no Sítio Arqueológico Lapa Zilda, onde além das pinturas você encontrará várias quedas d’água para se banhar e curtir o dia, o local é de fácil acesso e não necessariamente requer um passeio guiado.

Carrancas é conhecida como polo de ecoturismo em Minas Gerais, então, se você é um apaixonado por locais que te oferecem contato com a natureza, vale a pena passar alguns dias da sua rota por aqui!

8. Caxambu – Minas Gerais

Visitada pela Princesa Isabel em busca de cura para sua infertilidade, a lenda conta que as águas termais de Caxambu curaram a princesa de sua anemia e após o banho nas termais ela conseguiu engravidar.

Veja mais dicas de Caxambu aqui!

O que sabemos ao certo é que Caxambu é um dos maiores complexos hidrominerais do mundo e a fama de ter águas curativas atraí visitantes do mundo inteiro.

Além disso, a linda Igreja de Santa Isabel da Hungria foi encomendada pela princesa em agradecimento às águas de Caxambu como contam os locais, e a beleza da igreja recompensa a visitação.

9. Guaratinguetá – São Paulo

Por ser terra natal de Frei Galvão, o primeiro santo brasileiro, Guaratinguetá tem forte turismo religioso. Com igrejas, capelas e mosteiros construídos no século 17, a arquitetura local impressiona os turistas.

Um dos pontos que vale a pena visitar é o Mosteiro de Belém, que foi construído por imigrantes alemães, e local onde ocorrem apresentações de cantos gregorianos todas as manhãs.

Os apaixonados por ecoturismo e esportes de aventura também podem encontrar muita diversão na cidade, que fica entre as Serras do Mar e da Mantiqueira, garantindo aventura para praticantes de rapel, mountain bike e asa delta.

10. Cunha – São Paulo

Conhecida por suas belezas naturais e também pelo trabalho dos artesãos locais que produzem peças em cerâmica de alta qualidade, Cunha é ponto de partida para diversos passeios que levam o turista a conhecer belezas naturais encantadoras.

Cunha também está muito próxima do Parque Estadual da Serra do Mar, servindo como ponto de apoio para os que desejam conhecer os encantos do parque.

Veja 21 destinos BATE E VOLTA de São Paulo para fugir da rotina

11. Paraty – Rio de Janeiro

O centro histórico de Paraty é tomado pelo IPHAN, e faz com que os turistas sintam que voltaram ao passado!

Paraty: 8 melhores atrações para você curtir

Em dias de maré alta, não se assuste! As águas invadem as ruas de Paraty, mas as construções estão acima do nível do mar, ficando protegidas da força das águas.

Os doces de tabuleiro vendidos pelos ambulantes assim como os alambiques merecem a atenção dos visitantes!

A cidade está além do seu título de local histórico! Surpreende anualmente seus visitantes com o festival literário mais importante do país – a FLIP, e como não cansa de encantar, Paraty também reserva lindas opções de passeio de barco para que você se encante durante toda a sua estadia na região, que é a última ponta da Rota da Estrada Real.

***
Agora que você já conhece melhor quais pontos visitar na estrada real, você poderá decidir se encantar apenas com as cidades mineiras ou aproveitar e se estender um pouco mais até Rio de Janeiro e São Paulo, o que nós garantimos é que todo o passeio é encantador!

O percurso da Rota da Estrada Real pode ser inteiramente feito em cerca de 10 dias de passeio, que serão memoráveis. Então, aproveite!

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  01 de novembro de 2018

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

DICAS RECENTES DO BLOG

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2018 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site