DO LEME AO PONTAL: as praias mais bonitas do RIO DE JANEIRO

Publicidade

Todo mundo sabe que o apelido do Rio de Janeiro é Cidade Maravilhosa. E o motivo é claro: sua imensa beleza natural, com cenários que variam de montanhas, a lagoas e florestas dentro dos próprios limites urbanos de uma metrópole gigante. Mas a cereja do bolo, naturalmente, é o litoral belíssimo e com praias de todos os tipos.

A música “Do Leme ao Pontal” imortalizada por Tim Maia faz todo o sentido quando conhecemos o mapa do Rio de Janeiro: praias e orlas maravilhosas, com muita estrutura e que cruzam bairros e bairros.

Vamos conhecer então as melhores praias do Rio de Janeiro do Leme ao Pontal?

1 – Praia de Copacabana

A mais famosa praia do Rio de Janeiro inaugura a lista. A Praia de Copacabana é, de longe, a favorita entre os turistas que visitam a cidade – sejam brasileiros ou estrangeiros. Com seu charme do calçadão de desenho padronizado bem marcante, a faixa de areia também é extensa e larga. São 4 km entre a Pedra do Leme, de um lado, e o Forte de Copacabana, do outro.

A Praia do Leme, inclusive, pode ser considerada separadamente, mas fica na mesma sequência de areia e possui as mesmas características.

A beleza de Copa, como é carinhosamente chamada, está justamente em seu entorno: a Pedra e o Forte “protegem” a areia, formando um belo visual. O bairro também é charmoso, com prédios grandes e antigos, além do imponente Copacabana Palace na altura do Posto 2 juntinho à orla.

E no Revéillon Copacabana lota para a queima de fogos, em um dos eventos mais famosos do mundo para a virada do ano.

Foto Orla da Praia de Copacabana, RJ.

Orla da Praia de Copacabana, com seu calçadão inconfundível, no Rio de Janeiro, RJ.
Fotos de Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Foto Praia do Leme, RJ.

A bela Praia do Leme, início de Copacabana, no Rio de Janeiro, RJ.
Fotos de Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

2 – Praia de Ipanema

A segunda praia mais famosa do Rio de Janeiro não poderia ser outra: Ipanema. Ela fica no bairro de mesmo nome ainda mais chique que Copacabana, com metro quadrado caríssimo e diversas opções de luxo – de restaurantes a lojas de roupa. E a praia é frequentada por todas as tribos: Ipa sempre foi reduto de jovens, de hippies, de galera alternativa e de surfistas. Mas tem espaço para todos, não se preocupe.

Confira um Roteiro de 3, 5 e 7 dias pelo RIO DE JANEIRO

É também em seus cantos que a beleza de Ipanema mais fica marcante. Na parte direita é possível avistar a bela paisagem do Morro Dois Irmãos, com a favela do Vidigal logo abaixo. Na esquerda, é a Pedra do Arpoador que chama atenção com sua bela formação rochosa. E o bairro leva até o outro lado, em poucos quarteirões, à Lagoa Rodrigo de Freitas.

Como a faixa de areia é menor, é comum que Ipa fique mais cheia do que Copa nos dias de muito sol no verão. Mas, definitivamente, é um dos melhores lugares para sentar na areia, provar um mate com biscoito ‘Globo’, dar um mergulho e sentir na pele o que é ser carioca.

Foto Praia de Ipanema, RJ.

A belíssima Praia de Ipanema, a queridinha dos cariocas, no Rio de Janeiro, RJ.
Fotos de Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

3 – Praia do Arpoador

Bem ao lado de Ipanema, no cantão esquerdo da mesma faixa de areia, fica a Praia do Arpoador. Ela merece um tópico a parte por ser uma das mais queridas aos cariocas, graças à pedra que leva o seu nome e às boas ondas que atraem surfistas. A beleza daquela parte é grande, mas costuma ficar bastante cheia justamente por isso. Até mesmo a noite muitos jovens se reúnem por lá para socializar à beira do mar madrugada adentro em finais de semana.

O mar próximo à pedra é propício para o surfe, e foi lá que o esporte ganhou notoriedade no Rio a partir da década de 70. Hoje, suas águas ficam repletas também de praticantes do stand up paddle: poucas coisas são mais belas que remar oceano adentro e olhar a Cidade Maravilhosa por outro ângulo.

A Pedra do Arpoador em si, tão famosa, fica sempre cheia de gente. O pôr do sol visto dela é um dos mais bonitos do mundo, voltando os olhares ao mar ou à orla de Ipanema até o Dois Irmãos ao fundo. E quem tem o privilégio de passar pela experiência entende por que os moradores locais adquiriram o hábito de aplaudir o espetáculo. Que tal passar um dia na praia e depois observar o anoitecer por ali?

Foto Pôr do Sol no Arpoador, RJ.

O belo espetáculo do pôr do Sol no Arpoador, momento imperdível no Rio de Janeiro, RJ.
Fotos de Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

4 – Praia do Leblon

O outro canto de Ipanema é a Praia do Leblon. Considerado o bairro mais nobre do Rio de Janeiro, ele certamente é um dos mais luxuosos. Seu pedaço de areia é ainda mais próximo à vista para o Morro Dois Irmãos e frequentado por celebridades – já que muitos moram por ali – e por isso mesmo costuma ser point de fotógrafos em busca de bons cliques. Cenário de muitas novelas, tem um público bastante variado e gira ao redor dos postos 11 e 12, logo assim que passa o canal do Jardim de Alah.

Reserve seu hotel no Rio de Janeiro aqui!

O Mirante do Leblon, ali do lado, proporciona uma bela vista para toda a praia e para a vizinha Ipanema – assim como para a Pedra do Arpoador bem lá ao fundo. E é uma ótima alternativa para curtir o pôr do sol. À noite, o bairro conta com inúmeros bares frequentados por moradores locais e cariocas de outros cantos. E um clássico da cidade é aquele chope após um dia de praia.

Foto Praia do Leblon, RJ.

O belo mar da Praia do Leblon, a mais badalada do Rio de Janeiro, RJ.
Fotos de Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

5 – Praia Vermelha

Uma charmosa praia encravada entre o Morro da Urca e o Morro da Babilônia – que, do outro lado, chega ao Leme. O bondinho que leva ao Pão de Açúcar sai da praça em frente a ela, e é assim que muitos turistas a conhecem a primeira vez: a Praia Vermelha, que tem a faixa de areia bem pequena, com apenas 200 metros de extensão. O mar não é agitado, mas fica bastante profundo logo no começo – então é bom ter cuidado ao entrar na água.

O visual ao redor da Praia Vermelha é realmente encantador. Com o Pão de Açúcar acima e os morros cercados de área verde ao lado, é um belo lugar para pegar sol e curtir a natureza bem no meio da cidade. Embora pouca gente tome banho de mar por lá, algumas pessoas gostam de praticar stand up paddle nas águas calmas e com o belo cenário da região. Ao lado, a Pista Cláudio Coutinho é um excelente local para passear em meio a árvores e para ter uma outra vista da praia – há ainda uma trilha curta que sobe até o Morro da Urca, a primeira parada do bondinho.

Foto Praia Vermelha, RJ.

A bela orla da Praia Vermelha, com o Pão de Açúcar, um dos cartões-portais do Rio de Janeiro, ao fundo.
Fotos de Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

6 – Praia de Joatinga

Outra praia um pouco escondida em meio à Cidade Maravilhosa é a Joatinga. Localizada no bairro de São Conrado, outro entre os mais requintados do Rio, fica na região do Joá e é acessível por um condomínio particular. Com apenas 300 metros de areia, só pode ser frequentada em maré baixa, já que na alta fica tudo tomado pelo oceano. Com tamanha exclusividade, acaba sendo muito procurada também por famosos que tentam curtir o sol sem muita gente em volta.

Os surfistas e os bodyboarders costumam frequentar bastante o local com as boas ondas que o mar ali oferece. Uma boa pedida é visitar a praia da Joatinga durante a manhã, já que a partir da metade da tarde o sol vai sendo encoberto pelos prédios atrás – e a areia fica na sombra. A beleza da encosta ao redor e o fato de ser tão reservada tornam ela ótima opção para quem procura uma praia diferente no Rio de Janeiro para relaxar – e bem perto de alguns dos principais bairros da cidade.

Você está conferindo as praias mais bonitas do Leme ao Pontal no RIO DE JANEIRO. Se está gostando das dicas, compartilhe no seu Facebook, ou tuíte, e convide os amigos!

Compartilhe no FacebookCompartilhe no Twitter

7 – Praia da Barra da Tijuca

Maior praia da Cidade Maravilhosa em extensão, a Barra da Tijuca fica no bairro de mesmo nome e tem 8 km no total – entre o Píer da Barra, de um lado, e o começo da Reserva, do outro. E é um dos lugares mais democráticos e variados da cidade justamente por ser tão grande: tem espaço para todos. Um dos points mais famosos, por exemplo, é a barraca do Pepê – famoso surfista e praticante de voo livre que morreu de asa delta no Japão e frequentava o local. No Pepê a predominância é de galera jovem. Já mais próximo ao Posto 8, altura do Terminal de Ônibus da Alvorada, pessoas de todas as partes do Rio costumam frequentar. E em toda areia, de uma ponta a outra, famílias se reúnem para curtir o sol e o mar.

Confira as praias do Leme ao Pontal em imagens 360 graus!

A Barra possui ótima estrutura para atender a todos, com muitos quiosques no calçadão e bares e restaurantes na orla. O bairro conta com muitos hotéis e condomínios e há uma certa dificuldade para se locomover sem carro por causa das extensas avenidas e da maior distância entre um ponto e outro.

Foto Praia da Barra da Tijuca, RJ.

Caminhar na orla da Praia da Barra da Tijuca é ótima pedida em qualquer horário, no Rio de Janeiro, RJ.
Fotos de Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

8 – Praia da Reserva

Seguindo adiante pela Barra, a Praia da Reserva hoje é um dos principais redutos de contato com a natureza dentro de um dos bairros mais cheios e movimentados da cidade. O nome se dá por conta da reserva ecológica que fica logo em frente: o Parque Natural Municipal de Marapendi – área de restingas e manguezais. Ela também abrange cerca de 8 km de extensão até chegar na próxima praia, a do Recreio dos Bandeirantes, ficando exatamente entre a Barra e esta última.

Como não existem condomínios residenciais ou grandes hotéis próximos, justamente por conta da área de preservação ambiental, a Reserva costuma ser menos cheia que as vizinhas. E acaba se tornando uma ótima alternativa para muitos cariocas, que podem curtir a praia sem tanto tumulto e com mais natureza ao redor. O mar, em geral, é mais limpo e tranquilo. A Lagoa de Marapendi, ali perto, é reduto de esportes náuticos como canoagem, remo, vela e stand up paddle.

9 – Prainha

Uma das praias afastadas que os cariocas mais amam. A Prainha é daquelas para realmente fugir da cidade grande, entrar em outro clima e curtir a natureza belíssima pela qual o Rio de Janeiro é tão famoso. Distante cerca de 20 km do coração da Barra da Tijuca, é preciso dirigir para chegar até lá, já que o acesso é complicado por transporte pública. Ela fica localizada ainda no bairro do Recreio, mas bastante após sua praia – e dentro da Área de Proteção Ambiental da Pedra Branca.

Guia Completo do Rio de Janeiro

Como o nome sugere, são apenas 150 metros de faixa de areia – que costumam ficar cheios nos dias mais quentes. Como as vagas para estacionar são poucas, vale a pena chegar cedo quando decidir visitar esse belo recanto do Rio. Cercada de morros e pedras, ainda tem as águas cristalinas nos melhores momentos. Com ondas fortes, o banho pode ser perigoso – mas os surfistas adoram e marcam presença constante por lá.

Foto Prainha, RJ

A bela orla da Prainha, pequena, rústica e deliciosa, distante 20km da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, RJ.
Fotos de Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

10 – Praia de Grumari

Para fechar a lista, a Praia de Grumari fica ainda depois da Prainha, no bairro de mesmo nome e quase chegando já em Barra de Guaratiba. São 2,5 km de extensão com muita natureza ao redor, e também dentro de uma área de proteção ambiental. Com tanta preservação ambiental próxima, dá para entender porque os moradores locais gostam tanto dali. Mas, para muitos cariocas, a distância é grande: são quase 25 km da Barra até lá.

Assim como a Prainha, o surfe domina o mar do Grumari por conta do mar propício. Ainda assim, a praia é perfeita para curtir o sol e caminhar pela areia observando o cenário – e quase esquecendo que se está no meio da segunda maior cidade do Brasil. Como a faixa de areia é extensa, o local não costuma ficar tão cheio e pode ser aproveitado sem problemas mesmo em finais de semana de sol.

Foto Praia de Grumari, RJ.

A rústica Praia do Grumari, para quase esquecer que você está na grande cidade que é o Rio de Janeiro, RJ.
Fotos de Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

***
Agora que você já sabe as melhores praias entre o Leme e Pontal, é só arrumar as malas e ir para o Rio de Janeiro curtir muito!

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  18 de Abril de 2018

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

DICAS RECENTES DO BLOG

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2018 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site