Dicas para viajar de carro, ônibus, navio e avião com tranquilidade

Publicidade

Translator / Tradutor

Sempre falamos aqui dos destinos, das atrações que você encontrará nos locais que escolhemos destacar, além de muitas outras dicas relevantes para a sua viagem. Dessa vez queremos fazer diferente e conversaremos sobre outro momento tão importante para as suas férias quanto a viagem em si: o deslocamento.

Certamente você chegará ao lugar escolhido para passar uns dias de descanso ou aventura de carro, ônibus, avião ou de navio, concorda? Apesar de práticos e comuns, algumas pessoas ainda deixam passar detalhes importantes e que podem comprometer a sua viagem. Como sabemos que você não quer isso, preparamos um post com orientações mais que especiais para cada um desses meios de transporte. Confira.

O que você precisa saber antes de viajar de carro

Ao optar por viajar de carro as vantagens aparecem logo de cara. Apesar de, em alguns casos, a distância e o tempo de viagem serem maiores, você pode programar o seu trajeto como achar mais conveniente. Dá para fazer paradas em pontos estratégicos para alimentação ou, até mesmo, incluir uma passagem rápida por alguma cidade interessante que fica no caminho.

Só que as vantagens em se viajar de carro já são bem discutidas e podemos até falar delas em outro post. A nossa intenção nesse momento é mostrar o que você precisa saber antes de sair de casa para não ter dores de cabeça no caminho.

1- Planeje a rota com atenção

Não é apenas ligar o GPS e seguir a rota de acordo com o caminho traçado. Ler e pesquisar muito sobre ele faz toda diferença em sua viagem de carro. Saiba como estão as condições da estrada, onde há pedágio, paradas da Polícia Rodoviária – elas são muito importantes para emergências -, possíveis atendimentos mecânicos, entre outros detalhes.

Todos os quesitos acima, quando pesquisados, geram um diferencial muito grande para sua viagem de carro. A partir deles é possível evitar estradas com muitos buracos ou interditadas, não ser pego de surpresa com o valor do pedágio ou não ter dinheiro trocado para pagá-los, além de outros contratempos.

Entra nesse quesito também o planejamento da gasolina. Saber quanto gastará em todo o deslocamento faz um diferencial considerável para o seu orçamento. Sabemos que o planejamento financeiro também é importante para as suas férias.

2- Esteja devidamente regularizado

Carteira de motorista e documentos do carro em dias é indispensável. Em todo o percurso há paradas para fiscalização e você não pode ter tais documentações em situação irregular.

Saiba também se é preciso de algum tipo de autorização para circular de carro na região para onde você viajará. Para áreas de proteção ambiental, por exemplo, carros com determinados tipos de motores e emissão de poluentes não têm autorização para circular. Também há seguros obrigatórios para quem deseja ultrapassar a fronteira motorizado. Essa última dica é imprescindível para quem planejou as férias por diversos países!

3- Prepare o corpo e a mente

Evite ingerir bebidas alcoólicas e medicamentos que alterem os seus sentidos, pelo menos 24 horas antes da viagem. Além de correr o risco de ter contratempos com a polícia rodoviária – pois eles também realizam teste de bafômetro – você colocar a sua vida em risco de acidentes também.

Descanse bem, coma alimentos leves e de fácil digestão e evite qualquer tipo de ação que prejudique a sua viagem. Principalmente se o deslocamento for grande, estar com a cabeça e o corpo bem descansado e preparado para a viagem fará com que o percurso flua com muito mais tranquilidade.

Há quem opte por curtir a vida em duas rodas. Os motociclistas devem ficar ainda mais atentos aos equipamentos de segurança e ao trânsito pesado em várias rodovias.

O que você precisa saber antes de viajar de ônibus

A viagem de ônibus é bem similar à de carro, mas nesse caso você não é o motorista. Além disso, é preciso tomar alguns cuidados com bagagem e passagem para viajar com tranquilidade.

1- Tipo de ônibus

O tipo de ônibus é um diferencial muito grande para sua viagem, principalmente para as mais longas. Os três tipos que mais circulam entre as rodoviárias do Brasil são o leito, o semi-leito e o convencional.

O ônibus leito é o que oferece o serviço mais completo para os viajantes. A poltronas reclinam totalmente e a empresa oferece ainda serviço de bordo gratuito, com água, lanche e cobertores, dependendo do deslocamento. Já o semi-leito possui a mesma estrutura dos ônibus leito, mas sem o serviço de bordo. Os ônibus convencionais têm cadeiras menos acolchoadas e não reclinam completamente.

2- Passagens e bagagens

Assim como nas viagens de avião, você consegue comprar uma passagem para viajar de ônibus poucas horas antes do embarque. A diferença aqui é que o valor não sofre alteração. Você pagará o mesmo preço se comprar com muitos dias de antecedência ou no dia. A dificuldade está, em contrapartida, em encontrar vagas. Como a quantidade de trechos feitos de ônibus são geralmente menores, você corre o risco de não encontrar poltrona se deixar para comprar muito em cima da hora.

Apesar de ser pouco divulgado, na viagem de ônibus também há um limite de bagagem e esse está cada vez mais sendo cobrado. Está mais comum ver motoristas pesando as malas de seus passageiros e cumprindo a normativa de 30 quilos por bilhete. O excedente é cobrado a partir de uma porcentagem de sua passagem. Fique atento para evitar pagamentos desnecessários.

Você está conferindo dicas para viajar com tranquilidade de carro, ônibus, avião, navio e trem. Se está gostando, compartilhe no seu Facebook, ou tuíte, e convide os amigos!

Compartilhe no FacebookCompartilhe no Twitter

3- Conforto sem exagero

Um travesseiro de pescoço e um pequeno cobertor é o essencial para uma viagem confortável. Algumas pessoas carregam consigo uma série de apetrechos para tirar aquele cochilo no ônibus e esquecem que tem alguém também do seu lado.

Evitar incômodos vale muito. Leve em conta também os reprodutores de música, que muitas vezes são ligados em volumes incômodos, lanternas para leitura – aquela mesma que vem no painel da sua poltrona – e, principalmente, alimentos. Deixe para se alimentar nas paradas da sua viagem.

O que você precisa saber antes de viajar de navio

Dessa lista a viagem de navio é a mais incomum. Talvez seja a que todos têm dúvidas, mas não há dificuldades de se fazer um bom deslocamento.

1- Bagagem

O limite para a bagagem em viagem de navio é de 25 quilos, com tamanho de no máximo 60 centímetros. Como, apesar de toda estrutura dos navios, as lavanderias deixam sempre a desejar – pode ser que não existam ou estejam sempre lotadas -, procure levar peças-chave para não ficar sem roupa em sua viagem. Malas superlotadas ou em muita quantidade podem ser barradas na hora do embarque. Em vários cruzeiros também é proibido levar comida a bordo, a não ser que seja justificável por saúde.

Atente-se também para a programação do navio. Dependendo da temática, você precisará de roupas específicas para participar dos eventos. Navios com festas black tie, por exemplo, pedem uma produção mais elaborada e requintada. Na dúvida, pergunte à agência ou administradora do cruzeiro.

2- Documentação

Consulte a operadora de viagem quais as documentações necessárias para o seu embarque. Esses comprovantes variam muito de viagem para viagem, principalmente em trechos internacionais. Contratempos nesse momento bloqueiam o seu embarque e acabam estragando as suas férias.

3- Embarque

Geralmente o embarque de um cruzeiro termina duas horas antes do navio zarpar. Atente-se para essa questão, pois quem chegar após o horário indicado realmente não entrará no navio. O critério de embarque para esse tipo de viagem é bem rigoroso, o que não acontece nos outros três exemplos do texto.

4- Consumo a bordo

Mesmo com serviço all inclusive, alguns itens e serviços serão pagos em sua viagem de navio. Na grande maioria dos cruzeiros internacionais os valores são cobrados em dólar e computados em um cartão de crédito pessoal. Já nos cruzeiros brasileiros há a possibilidade de pagar em moeda, mas pergunte antes de embarcar para não ter problemas.

O que você precisa saber antes de viajar de avião

É o tipo de viagem mais comum atualmente. As promoções de passagens fizeram com que trechos aéreos se popularizassem, mas ainda existe muita gente com dúvida para o embarque e desembarque.

1- Bagagem

Cada passageiro tem direito a 23 quilos de bagagem despachada e 8 quilos de bagagem de mão. Se você está viajando em família, pode levar uma única mala sim, contabilizando o peso de cada passageiro, desde que seja um único localizador de passagem. Falamos em outro post como arrumar as malas direitinho e economizar no espaço. Confira aqui.

Na bagagem de mão não é permitido levar nenhum tipo de produto com mais de 100 ml, inflamável ou cortante. Aparelhos eletrônicos estão autorizados desde que sejam desligados no embarque e desembarque da aeronave.

Equipamentos eletrônicos, joias, dinheiro, remédios e itens de valor sempre levem na bagagem da mão para não ter problemas.

2- Passagem

Quer evitar gastos excessivos? Compre com o máximo de antecedência a sua passagem aérea. Faremos um outro post falando exclusivamente delas, com dicas para você aproveitar ao máximo. Em geral, 3 meses antes há bons preços e trechos comprados com pouco dias do embarque geralmente são mais caros. Também fique de olho nas promoções de passagens. Elas sempre têm uma ótima oportunidade para suas férias.

3- Embarque e desembarque

Desde julho de 2016, independente de seu voo ser nacional ou internacional, você precisa estar com duas horas de antecedência no aeroporto, mesmo já tendo feito check-in em casa. Observe se o guichê do aeroporto já está aceitando o despacho de bagagem de seu trecho. Essa dica vale principalmente para pessoas que compram duas passagens e precisam esperar muitas horas no aeroporto entre trocas de aeronaves e trechos.

Na hora do desembarque, observe também as condições da sua mala. Veja se não há danos e, caso tenha acontecido algum contratempo desse tipo, procure o balcão da companhia com seu bilhete de embarquem mãos para que eles paguem pelo prejuízo ou encaminhem uma solução.

O que você precisa saber antes de viajar de trem

Há ainda a opção de fazer pequenos deslocamentos em trem. No Brasil, a maioria dos trechos é apenas turístico, ou seja, um passeio de bate e volta de alguma cidade a outra. Desta forma, não é necessário levar documentações específicas, se preocupar com a bagagem, nem comprar a passagem com antecedência.

Entretanto, há aquelas linhas mais longas, onde valem as mesmas regras de uma viagem de ônibus. A compra da passagem pode ser feita pouco antes do embarque – em geral 30 minutos -, o limite de bagagem é de 30 quilos por passageiro mais uma mala de mão de 8 quilos e é obrigatório estar com um documento com foto (RG, CNH ou outro válido pela legislação brasileira).

***
Simples, não é? Agora você está preparado para qualquer viagem! Bóra lá?

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  12 de agosto de 2016

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

Deixe o seu comentário

DICAS RECENTES DO BLOG

GUIAS DE VIAGENS GRÁTIS - BAIXE AGORA O SEU!

Loja
Encontre os melhores ebooks de dicas de viagem pelo Brasil

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2017 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site