SALVADOR COM CRIANÇAS: o que saber antes de ir e o que fazer

Publicidade

Translator / Tradutor

Está chegando o verão. E com ele vem o momento de planejar as férias com os filhos. Para aproveitar o calor e o sol dessa temporada, nada melhor que uma praia, não é? Nelas a criançada pode brincar e correr na areia, curtir o mar, e os pais podem aproveitar para colocar o bronze em dia e apenas relaxar. E quando se pensa em praia no Brasil, o primeiro lugar que vem a cabeça é, quase sempre, o Nordeste. O litoral da região é imenso e com inúmeras maravilhas bem conhecidas do grande público – ou ainda aquelas escondidas que poucos sortudos conhecem. Como uma das principais capitais de lá, Salvador recebe um bom número de turistas nessa época, e pode ser uma ótima opção para viajar nas férias.

Além das praias em seus arredores, a capital da Bahia ainda oferece muitas opções de passeios para a família inteira. Conhecer a cultura riquíssima do estado e da cidade, com sua culinária, sua música e sua vida em geral, pode ser interessante para todos. A alegria de Salvador deve contagiar os pequenos, que poderão vivenciar férias incríveis por lá.

Então prepare as malas enquanto ajudamos você com dicas sobre a viagem para a Salvador levando as crianças junto.

Como chegar em Salvador

Como uma capital importantíssima do país, Salvador recebe voos diários e frequentes de todos os cantos. O maior problema é que o Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães fica um pouco distante do centro histórico e da região mais turística de Barra e Ondina – a quase 30 km, já quase no município de Lauro de Freitas. Por isso, um táxi ou uber até o local de hospedagem pode sair um pouco salgado, mas só. Há a possibilidade de ir de ônibus até a Praça da Sé, mas não é muito recomendado para quem viaja com crianças.

Confira aqui o GUIA COMPLETO de SALVADOR

Quando ir

O verão, naturalmente, é um período mais cheio e caro em Salvador. No entanto, a cidade fica fervilhando de gente, o que faz parte de seu charme. Mas quem está com os filhos precisa avaliar bem o que é melhor para a família. No Revéillon e no Carnaval, por exemplo, tudo se intensifica ainda mais (os preços acompanham!).

Fugir da altíssima temporada pode ser uma boa ideia – então quem sabe visitar a cidade nas férias de julho não seja uma melhor opção? Faz calor o ano inteiro na capital baiana, então não é preciso ter medo de passar frio por lá. Em relação a chuvas, apenas entre abril e julho as precipitações acontecem em maior quantidade – mas nada que estrague o passeio. Para quem gosta de celebrações religiosas, a Festa do Bonfim (em janeiro) e a Festa de Iemanjá (2 de fevereiro) são ótimas alternativas.

A Festa do Senhor do Bonfim, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior

O que fazer em Salvador com as Crianças

Não tem muito jeito, as melhores praias de Salvador ficam longe do centro, quase saindo da cidade – ou mesmo fora dela, em municípios vizinhos. Mas calma, as praias urbanas estão lá e podem ser frequentadas, só costumam ficar muito cheias na alta temporada. As praias de Farol da Barra, Porto da Barra e Buracão são as principais na parte turística da cidade, principalmente a primeira.

Reserve seu hotel em Salvador aqui!

As águas costumam ser mornas e bem bonitas, quase transparentes. As duas da Barra são mais tranquilas, quase piscinas naturais, enquanto o Buracão apresenta ondas mais fortes em alguns momentos e recebe um grande público jovem. Apreciar o pôr do sol soteropolitano (o gentílico de quem é de Salvador) em qualquer uma delas é um programa imperdível.

Praia do Farol da Barra, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior.

Praia do Porto da Barra, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior.

Praia do Buracão, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior.

Saindo do centro urbano, a família pode se dirigir para algumas das três praias mais famosas de Salvador. Com faixa de areia larga e grande extensão, Stella Maris está a 27 km da Barra e é a opção ideal para fugir do tumulto e deixar a criançada brincando sem grandes preocupações. O mar é agitado, mas as formações de piscinas naturais são perfeitas para os pequenos se divertirem na água.

Antes de Stella, a Praia de Itapuã ficou famosa com a canção de Vinícius de Moraes. Ela possui um farol, muitas pedras e coqueiros e também sua cota de piscinas naturais para os filhos brincarem no mar sem problemas. Costuma ficar mais cheia, mas possui um parquinho infantil e uma ciclofaixa na orla que podem ser do agrado de todos.

E logo depois de Stella, ainda na mesma faixa de areia, está a Praia do Flamengo. Seguindo a mesma linha de tranquilidade e bastante espaço, é ideal para relaxar sob os coqueiros. Logo em seguida já vem a cidade vizinha de Lauro de Freitas, que possui algumas praias interessantes para quem quiser esticar a viagem, principalmente a de Ipitanga e a do Buraquinho.

Praia de Stella Maris, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior

Praia de Itapoã, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior

Praia do Flamengo, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior

Você está conferindo dicas para curtir Salvador com as crianças: o que saber antes de ir e o que fazer. Se está gostando, compartilhe no seu Facebook, ou tuíte, e convide os amigos!

Compartilhe no FacebookCompartilhe no Twitter

Para as famílias que estão com mais tempo e disposição, ainda vale a pena conhecer os arredores. A ilha de Itaparica fica logo do outro lado da Baía de Todos os Santos. Já a Ilha dos Frades está bem no meio da baía e apresenta belas paisagens. Um pouco mais distantes, Morro de São Paulo e Ilha de Boipeba exigem mais esforço para chegar, mas definitivamente compensam com sua beleza e piscinas naturais. Já 100 km ao norte de Salvador está a paradisíaca Praia do Forte, no município de Mata de São João. A Praia do Forte é um destino sensacional para curtir com as crianças pela praia, piscina natural, por ter um castelo medieval e também o Projeto Tamar de proteção da vida marinha. O contato com os animais do Tamar deixam as crianças animadas!

Veja mais dicas para curtir a PRAIA DO FORTE COM AS CRIANÇAS

Família na Ilha de Itaparica, na Bahia.
Foto: Ricardo Junior

Primeira Praia, em Morro de São Paulo, BA.
Foto: Ricardo Junior

As Piscinas Naturais Moreré, na Ilha de Boipeba, BA.
Foto: Ricardo Junior

Projeto Tamar na Praia do Forte, em Mata de São João, BA.
Foto: Ricardo Junior

Voltando para Salvador, os mais famosos pontos turísticos da capital não podem ficar fora da viagem familiar. O principal talvez seja o Elevador Lacerda, que liga a Cidade Baixa à Cidade Alta (centro histórico) e proporciona uma linda visão panorâmica da Baía. Do lado, na parte baixa, está o popular Mercado Modelo, perfeito para comprar lembrancinhas para as crianças antes de voltar para casa.

Ambos ficam no centro, bem perto também do Pelourinho. Considerado o coração da cultura afro na Bahia, o local conta com casarões antigos cheios de cor e muitas igrejas. Durante a noite, se torna região boêmia com bares e restaurantes lotados de gente. Com sorte, é possível esbarrar com shows de rua de capoeira, de música ou de dança. Por lá também fica o Convento de São Francisco, com sua incrível decoração interior toda em ouro, e que certamente vai encantar adultos e crianças, por toda história envolvida.

Elevador Lacerda e o Mercado Modelo abaixo, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior.

O colorido Pelourinho, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior.

Saindo um pouco do centro, a Basílica do Nosso Senhor do Bonfim fica no bairro de mesmo nome e é a mais tradicional de Salvador. Datada do século 18, é o grande centro da Festa do Bonfim, quando ocorre a lavagem de suas escadarias. E é de lá que se origina aquelas fitinhas coloridas para amarrar no braço, chamadas de ‘medidas’ – não deixe de comprar algumas de lembrança. Seguindo adiante, a Sorveteria da Ribeira tem tudo para ser o ponto alto do período do dia com os filhos. Sob o calor forte de Salvador, nada melhor que levar os pequenos para tomar sorvete numa das sorveterias mais antigas da cidade e que ganhou fama por conta dos incontáveis sabores que oferece.

As tradicionais fitinhas do Senhor do Bonfim, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior

Descendo um pouco em relação ao centro, o bairro da Barra reserva para o turista o Morro do Cristo. Com uma pequena réplica do Cristo Redentor, o local é ótimo para fotos e oferece uma bela vista do Farol da Barra. Este, por sinal, está juntinho ao Forte de Santo Antônio, o primeiro do Brasil, inaugurado em 1534 – e lá é possível mergulhar a família inteira na história da cidade e do país. No mesmo lugar se encontra o Museu Náutico da Bahia, onde a criançada vai poder conhecer mais sobre navegação e naufrágios na região no passado.

O Farol da Barra, que está junto a Fortaleza de Santo Antônio e abriga o Museu Náutico da Bahia, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior.

A Praia do Farol da Barra, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior.

Uma boa alternativa para levar os filhos e misturar a diversão com cultura é o Museu de Arte Moderna de Salvador. Ele fica mais ou menos entre o centro e a Barra, com fácil acesso, e costuma oferecer programação especial para os pequenos – além de uma bela vista para a Baía. Outros dois museus merecem a visita da família: em Rio Vermelho, a Casa de Jorge Amado e Zélia Gattai é uma incrível imersão na vida dos escritores, e com a possibilidade de interagir com suas histórias e personagens para o delírio da criançada. Já o Museum For The Children, em Patamares, aposta em brincadeiras lúdicas para conquistar as crianças.

Outros pontos da cidade ainda podem ser visitados com a certeza de muita diversão para todos, caso haja tempo. Entre eles estão a Praça Ana Lúcia Magalhães, ótimo espaço de recreação; o Dique do Tororó, antiga represa que possui um parque ao seu redor e fica pertinho do Estádio Arena da Fonte Nova (para quem curte futebol); e o Zoológico da cidade, já que o contato com os animais é sempre agradável para os pimpolhos.

Dique do Tororó e ao fundo o Estádio Arena da Fonte Nova, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior.

O parque no entorno do Dique do Tororó, em Salvador, BA.
Foto: Ricardo Junior.

Não deixe também de experimentar a rica e deliciosa culinária baiana: só cuidado com o excesso de pimenta para as crianças! Não faltam barracas de acarajé por toda a cidade, uma melhor que a outra. Vatapá, abará, caruru, bobó ou muqueca, com cuzcuz de sobremesa… é a receita para garantir um sucesso total da viagem com toda a família!

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  15 de dezembro de 2017

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

Deixe o seu comentário

DICAS RECENTES DO BLOG

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2018 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site