FERNANDO DE NORONHA: O Paraíso Brasileiro!

Publicidade

Há quem diga que o paraíso realmente existe. E mais: está na terra! Seu nome? Fernando. Sobrenome? De Noronha. Água do mar que não se decide entre os tons de verde e azul turquesa, com vida marinha totalmente ativa e disputada por corais e areia totalmente dourada, o local é extremamente indicado para os amantes de praia, mar e areia. E por outro lado, as suas formações de caráter rochoso, a mata e os pontos turísticos diferenciados também não saem perdendo, no arquipélago localizado no estado de Pernambuco, a 545 km a nordeste da capital Recife.A ilha, ao total, possui apenas 17 km² de extensão e, por isso, cruzá-la não vai ser uma tarefa difícil, ainda mais alugando um bugue e pegando a menor BR do Brasil, a 363, com 6 km de extensão. Porém, tente reservar mais do que um final de semana para a ilha: cinco dias é o tempo mínimo para a realização de um roteiro completo no arquipélago.As praias mais lindas de todo o Brasil estão em Fernando de Noronha e são divididas em duas costas: o mar de dentro, voltado para o Brasil, onde estão as praias mais famosas como Sancho, Baía dos Porcos e Cacimba do Padre; e o mar de fora, voltado para a África, onde estão as áreas de preservação ambiental, como a Praia do Leão, a Baía do Sueste e a Praia de Atalaia, controlada pelo Ibama que recebe apenas pequenos grupos de visitantes com horário marcado após encararem uma trilha de 1,5 km, mas qualquer sacrifício compensa.Todas as praias tem acesso por trilhas e é possível estacionar o bugue em áreas próximas. Cada local possui uma beleza singular. Mas, o comum são piscinas totalmente naturais que farão com que você fique completamente apaixonado pelos corais coloridos e peixes de inúmeras espécies.

Águas transparentes e calmas da Ponta das Caracas, em Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Águas transparentes e calmas da Ponta das Caracas, em Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

A Praia do Sancho, considerada a mais linda do Brasil, também foi eleita em 2014 como a “Melhor Praia do Mundo” pelo TripAdvisor, e realmente faz jus ao título. Águas transparentes até o alto mar, podendo nadar tranquilamente e observar a bela fauna marinha.

Praia do Sancho, considerada a mais linda do Brasil, em Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Praia do Sancho, considerada a mais linda do Brasil, em Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

A Baía dos Porcos tem acesso apenas pela Cacimba do Padre e guarda o cartão postal da ilha, o Morros Dois Irmãos.

Famoso cartão-postal: a Praia do Boldró e o Morro Dois Irmãos, em Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Famoso cartão-postal da ilha: a Praia do Boldró e o Morro Dois Irmãos, em Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Para quem prefere privacidade e tranquilidade, as praias do Meio, do Americano e do Bode são as ideais.

Mais tranquilidade e privacidade na Praia do Meio, em Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Mais tranquilidade e privacidade na Praia do Meio, em Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Já a Praia do Cachorro é muito frequentada pelos moradores, pois fica pertinho da Vila dos Remédios, o centrinho comercial da ilha. E as praias preferidas para ver o entardecer são a Conceição e do Boldró, reunindo dezenas de pessoas em busca do cenário ideal.

Estrutura turística na Praia do Cachorro, em Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Estrutura turística na Praia do Cachorro, em Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Para quem gosta de caminhadas, as praias do mar de fora são sensacionais, como ir até o mirante da Ponta das Caracas, a Enseada da Caieira, ao Buraco da Raquel ou a Ponta da Air France, onde o banho é proibido devido ao perigo de descer as rochas e a preservação da paisagem. Da Ponta da Air France é possível observar as demais ilhas que compõem o arquipélago.

Vista das demais ilhas do arquipélago, na Ponta do Air France, em Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Vista das demais ilhas do arquipélago, na Ponta do Air France, em Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

A Praia do Leão no mar de fora é propícia para banhos.

Banhos na costa do mar de fora só na Praia do Leão, em Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Banhos na costa do mar de fora só na Praia do Leão, em Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

E a Baía do Sueste requer snorkel e colete obrigatórios para observação das fauna e flora subaquática.

Praia Baía do Sueste, onde snorkel e colete são obrigatórios para observação, em Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Praia Baía do Sueste, onde snorkel e colete são obrigatórios para observação, em Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Um dos principais atrativos de Fernando de Noronha é o Parque Nacional Marinho, que inclusive, já foi tombado pela Unesco e, hoje, é um dos mais bonitos Patrimônios Mundiais Naturais. Criado em 1988, o parque ocupa dois terços da ilha principal e todas as ilhas secundárias e entre as áreas protegidos estão as baías dos Golfinhos, do Sacho e Sueste, além da Praia do Atalaia.

Flutuação na Praia do Atalaia, em Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Flutuação na Praia do Atalaia, em Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

O mergulho é a atividade preferida em Fernando de Noronha, pois o local é considerado um dos melhores pontos no mundo. E o melhor: você fica pertinho de tartarugas e, até mesmo, de pequenos tubarões que também marcam presença no local e podem, inclusive, nadar do seu lado, sem perigo algum. Os batismos ocorrem, geralmente, próximas a Praia do Sancho, e os mergulhadores mais experientes seguem para Baía de Santo Antônio, que possui uma embarcação grega naufragada na década de 30.

Praia do Porto de Santo Antônio, mergulho nos naufrágios, em Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Praia do Porto de Santo Antônio, mergulho nos naufrágios, em Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Os passeios de barco são sensacionais, onde é possível avistar de pertinho os golfinhos que brincam e cercam as embarcações. Para observar os bichanos também é possível madrugar e caminhar até a Baía dos Golfinhos, onde a partir de um mirante há uma bela paisagem a ser explorada.

Mirante da Baía dos Golfinhos, em Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Mirante da Baía dos Golfinhos, em Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Passeio obrigatório também é até as ruínas tombadas da Fortaleza de Nossa Senhora dos Remédios, edificação militar portuguesa do século XVIII, que fica próxima da Vila dos Remédios, o centro comercial da ilha, e preserva muita história nas suas construções.

O por do sol em Noronha é uma atração a parte, é possível se impressionar com o espetáculo de diversos pontos, das praias aos mirantes, mas o Forte dos Remédios tem uma das vistas mais bonitas e procuradas das ilha.

Fortaleza de Nossa Senhora dos Remédios, perto da Vila dos Remédios, em Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Fortaleza de Nossa Senhora dos Remédios, perto da Vila dos Remédios, em Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, de 1772, é tombada pelo Iphan e foi onde a vila começou, próxima ao Palácio de São Miguel, onde é a sede administrativa de Fernando de Noronha.

Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, onde a vila começou, em Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, onde a vila começou, em Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Palácio de São Miguel, sede administrativa de Fernando de Noronha. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Palácio de São Miguel, sede administrativa de Fernando de Noronha.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

A noite na Vila é agitada com o famoso forró no Bar do Cachorro, que atrai moradores e turistas. Além disso, bares e restaurantes servem ótimos petiscos e pratos saborosos.

Descoberta em 1503, Fernando de Noronha só se abriu ao turismo em 1990 e apenas 240 pessoas podem visitar a ilha ao mesmo tempo. Este é o segredo para tanta preservação. Portanto, programe-se com antecedência para ir ao paraíso. Você não vai querer sair de lá!

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  04 de Fevereiro de 2015

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

DICAS RECENTES DO BLOG

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2018 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site