9 Motivos para você visitar Guarda do Embaú (SC)

Publicidade

Guarda do Embaú é uma pequena vila de pescadores que se transformou em alvo de turistas do Brasil e do mundo, mas ainda assim preserva seu estilo alternativo e pode ser considerado um pedaço intocado de paraíso.

O local começou a ser conhecido nacionalmente após o modelo brasileiro Paulo Zulu se mudar com a família e construir uma pousada. Hoje, é um dos mais procurados pelos surfistas, em busca de suas ondas perfeitas, que acabou também conquistando turistas que procuram o ecoturismo que o local oferece.

Guarda do Embaú

Conta a lenda que o nome de Guarda do Embaú foi dado pela região ser um local comum de esconderijos de tesouros, no começo pelos jesuítas durante a Guerra dos Farrapos, e depois pelos piratas. O local é surpreendente até em sua forma de chegada, já que é preciso atravessar o Rio da Madre para chegar a vila. O trajeto pode ser feito a nado, como costume dos surfistas, ou por um pequeno barco que está sempre a margem esperando os turistas.

guarda sc

Ao chegar do outro lado do rio, o que se vê são áreas preservadas do Parque da Serra do Tabuleiro, com trilhas para cachoeiras, rios, animais silvestres, costões, mirantes e praias incríveis. E para manter tudo muito bem cuidado, nos períodos de abril a julho qualquer esporte náutico é proibido, para preservar a pesca de tainhas.

Separamos dez bons motivos para visitar Guarda do Embaú  e as redondezas na sua próxima viagem. A beleza inacreditável da natureza vão te conquistar! Confira.

1 – Pedra do Urubu

Em Guarda do Embaú a caminhada é o principal meio de transporte para chegar aos pontos turísticos. A trilha que leva até o mirante natural de Pedra do Urubu é de fácil acesso, mas totalmente de subida com leve dificuldade no final por ser muito íngreme.

Sua entrada começa após a última casa da vila do Embaú e possui duas bifurcações ao longo do caminho. A primeira é preciso seguir pela esquerda, já que a direita leva a Prainha. Na segunda, o caminho é a direita.

Guarda-do-Embau-SC

Lá em cima há dois mirantes, um de fácil acesso e outro bem difícil, que requer habilidades de quem está subindo. Mas todo o sacrifício compensa, a vista mostra a região da Palhoça, com parte da Baixada de Maciambú, com a Praia da Pinheira, Praia da Guarda de Embaú, Ilha dos Corais, Praia de Gamboa, Siriú, Garopaba, Rio da Madre e Paulo Lopes.

2 – Prainha

A Prainha também é conhecida como Praia da Barra e Praia da Gaúcha Pelada e é totalmente rústica, sem nenhum tipo de construção ou comércio ao redor.

Mesmo com o acesso feito pela trilha que leva a Pedra do Urubu, pelo Guarda do Embaú contornando o Costão ou pelo lado do Bar do Evori, ela costuma estar deserta a maior parte do tempo, inclusive no verão.

Mas, as pessoas que se aventuram para chegar até lá podem usufruir de uma belíssima vista, já que a praia é cercada de costões, morros, dunas e mata atlântica, mesmo com apenas 1 km de areia.

3 – Vale da Utopia e Praia do Maço

O Vale da Utopia apresenta uma paisagem bucólica que incluí cavalos e vacas em pastos, mas também a vista para a Praia do Maço e aquários de água doce pelo caminho.

A pequena Praia do Maço é espetacular, já que é cercada pela beleza do Vale da Utopia e sua imensidão verde, além de ilhas como a capital de Santa Catarina, Florianópolis.

Há apenas uma construção na Praia do Maço e em todo o Vale da Utopia, que é o Bar do Mema, mas há moradores no local, que habitam grutas e um camping improvisado.

O ambiente é de paz e amor, com os habitantes locais mais para hippies que pescadores, que foram em busca da energia e beleza do lugar.

4 – Praia da Guarda do Embaú

A praia que dá nome a vila é também a mais conhecida e visitada. Considerada uma das dez mais bonitas do Brasil pelo Jornal inglês The Guardian, a areia divide o oceano e as margens do Rio da Madre, cujo encontro das águas forma um espetáculo único. Com a maré alta, o mar invade as águas do rio e na maré baixa é o contrário, o rio quem invade o mar causando uma profusão de cores e corretenzas intensas.

A parte do rio possui várias pequenas praias de água doce e caminhando pelo sul, é possível chegar até a Praia de Gamboa.

Pela influência do Rio, as areias estão em constante mudança, provocando também as ondas variáveis, o que torna o local ponto de referência para o surf nacional.

Há poucas construções ao redor da Praia da Guarda do Embaú e algumas delas são escolinhas de surf.

5 – Praia da Gamboa

A Praia da Gamboa é a continuação da Guarda, ao seu extremo sul e para seu acesso, é preciso caminhar e cruzar o Rio da Madre. Também é possível chegar de carro.

Possui uma vila de pescadores focados no comércio turístico, apesar do acesso por uma pequena estrada de terra mostrar que a praia continua selvagem e bem conservada.

Ela é um dos pólos de surfistas da região, com belas ondas e mais vazia que a Guarda do Embaú, o que facilita o mergulho e os movimentos do esporte.

surf guarda

A praia atrai baleias francas, que quase sempre pode ser vista por quem está lá pertinho da costa.

6 – Praia da Pinheira

Diferente das praias da Guarda e Gamboa, a Praia da Pinheira possui águas calmas e emolduradas por costões, morros e o verde que contrasta com o mar.

Como recebe muitos turistas em busca do ecoturismo, a região possui boa infraestrutura com ótimas pousadas que acompanham o estilo rústico da vila, além de restaurantes, bares e lojas.

Para quem quer caminhar e desbravar o local há diversas trilhas com diferentes graus de dificuldade e que levam para lugares especiais, como a que vai pelo Costão para as Praias de Baixo e de Cima, as da Praia do Maço e Vale da Utopia, ao Pontão ou Ponta das Andorinhas, Prainha e a que vai para a Guarda do Embaú.

Você está conferindo os motivos para incluir Guarda do Embaú (SC) na sua lista de viagens. Se está gostando das dicas, compartilhe no seu Facebook, ou tuíte, e convide os amigos!

Compartilhe no FacebookCompartilhe no Twitter

7 – Cachoeiras

A região possui cachoeiras belíssimas e que são acessadas através de trilhas pela mata. A Cachoeira do Zanela tem oito metros de altura, formando uma piscina natural com água transparente, muito aprazível. É o prêmio para uma caminhada de 40 minutos.

Outra cachoeira próxima é a de Maciambú. Ela é menor que a Cachoeira Zanela e o rio forma um grande lago que se divide em duas quedas, criando outro lago também imenso.

8  – Parque Estadual da Serra do Tabuleiro

Um recanto de natureza é como pode ser chamada a reserva ecológica do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro.  Somente parte dela é aberta ao público e em alta temporada, para manter o local melhor preservado. Mesmo assim, vale muito a pena a visita.

O maior parque do estado de Santa Catarina com 88 mil hectares, ocupa 1% do território catarinense e faz parte de oito municípios. Sua localização é estratégica dentro da Mata Atlântica, com ampla biodiversidade e a vegetação protege os rios Vargem do Braço, Cubatão e D’Uma, que fornecem água para grande parte de Florianópolis e litoral sul.

serra-do-tabuleiro-thaisy

Em Palhoça, município de Guarda do Embaú, há a Baixada do Maciambu, uma planície com paisagem de restinga e cordões arenosos, formados pelas oscilações do nível do mar em milhares de anos.

9 –Pôr do sol

Depois de tantas belezas naturais, você pode relaxar e curtir o mais belo pôr do sol na região. Os barquinhos deixam a paisagem ainda mais bela, com o dourado do Astro Rei absoluto em qualquer direção que você olhar!

guarda-embau-sc-3018

Restaurantes e Pousadas em Guarda do Embaú

A vida noturna de Guarda do Embaú não é das mais agitadas e se define pelo pequeno centro da vila, que possui bares e restaurantes com música de vários estilos do eletrônico ao forró.

A pequena vila possui saborosos restaurantes como o charmoso Big Bamboo, que tem uma decoração no estilo praia, de madeira com cipós. No Los Frick, as luzes indiretas e música ambiente dão um romantismo ao local, que também é feito de madeira e com um bom cardápio, bem elaborado. Já o Bar do Evori fica na praia e serve de referência de localização. Possui deliciosos pasteis e bom atendimento, com preços justos.

As praias mais desertas não possuem infraestrutura de quiosques ou restaurante e é preciso leva lanches durante a visita.

Para se hospedar, há a opção de pousadas que vão desde as mais simples as luxuosas, e também o aluguel de casas, por temporada ou dias específicos. Os campings da região são improvisados e sem infraestrutura. Portanto, se você prefere alguma praticidade e conforte, a melhor opção é ficar numa das pousadinhas.

Dentre as opções de pousadas, há a Morada das Hortênsias com preços mais em conta, churrasqueira e recepção 24 horas em Vila do Embaú. Na mesma região, há a inovadora Pousada Container Eco Guarda, com acomodações em container colorido, com ar condicionado, varanda e estrutura como em qualquer outra suíte. Ou seja, hospedagem tem para todos os estilos e bolsos!

***
Então? Convencido de que Guarda do Embaú é um destino sensacional para você curtir e descansar nas suas férias? Te encontro lá na sua próxima viagem!

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  14 de Fevereiro de 2017

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

DICAS RECENTES DO BLOG

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2018 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site