PARATY: de braços abertos para todos

Publicidade

Por sua colonização, o Brasil tem diversas cidades históricas para conhecer, e uma das preferidas entre os brasileiros é a cidade de Paraty, no Rio de Janeiro, aos pés da Serra da Bocaina.

Imagine uma cidadezinha tranquila do litoral, com  ruelas estreitas de pedras, casarões do século XVIII e uma paisagem natural deslumbrante, que reúne mar, montanhas, cachoeiras, praias e muito verde. Pois bem, assim é Paraty, conhecida por seu turismo cultural e pela Flip, a famosa Feira Literária Internacional de Paraty, realizada anualmente desde 2000, sempre no mês de julho, que torna a cidade ainda mais irresistível.

As ruelas de pedra de Paraty, no Rio de Janeiro. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

As ruelas de pedra de Paraty, no Rio de Janeiro.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Paraty, a 250 km do Rio de Janeiro já na divida com Ubatuba, litoral de São Paulo, servia de escoamento do ouro vindo de Minas Gerais, sendo o ponto inicial (ou final) da Estrada Real, que corta estes Estados.

Pela preservação e valor do seu Centro Histórico, o Iphan o tombou como Patrimônio Histórico Nacional, garantindo assim a conservação e fazendo com que todos que passeiam por lá se sintam na época colonial, ainda mais que não é permitida a circulação de automóveis, sendo as únicas opções de transporte as charmosas charretes, ou bicicletas.

O gostoso é caminhar por entre as ruas estreitas e observar cada detalhe dos casarios, que hoje abrigam sensacionais restaurantes, bares, lojas de artesanatos, hotéis e museus. O destaque fica por conta da Casa da Cultura, um museu com depoimentos dos moradores locais sobre a região, e da Igreja de Santa Rita dos Pardos Libertos, de 1722, de frente para o mar, que abriga o Museu de Arte Sacra.

Igreja de Santa Rita dos Pardos Libertos, em frente ao mar, com fachada barroca com base em pedra e cal e acabamentos em madeira e cantaria, em Paraty, Rio de Janeiro. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Igreja de Santa Rita dos Pardos Libertos, em frente ao mar, com fachada barroca com base em pedra e cal e acabamentos em madeira e cantaria, em Paraty, Rio de Janeiro.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Ainda no Centro, o Teatro de Bonecos encanta quem o conhece. O Grupo Contadores de História apresenta o espetáculo com pessoas em sombra e contam as mais variadas histórias. Aclamados até mesmo pelo jornal norte americano The New York Times, o grupo emociona, sendo uma parada obrigatória para quem visita Paraty.

Se você se interessa por história, precisa conhecer o Parque Temático Mini Estrada Real, que expõe miniaturas de todos os pontos e monumentos importantes da Estrada Real e um guia conta a importância dessa rota para o país na época do Ouro. Aproveite e verifique como seguir o roteiro, que vai até Ouro Preto, em Minas Gerais, e passa por belíssimas e variadas paisagens rurais.

O clima ameno de noite para aproveitar o Centro Histórico e a exuberância das praias durante o dia, fazem com que os visitantes consigam se divertir e desfrutar da cidade da melhor maneira possível.

Sossego, sombra e água fresca: é o que você encontrará nas praias Martim de Sá e Ponta Negra. Quase desertas, elas são o ponto preferido de casais apaixonados. Martim de Sá é cercada por montanhas e tem ondas fortes, com águas verdes bem clarinhas. Já em Ponta Negra as águas sãos cristalinas, e você pode observar as casas dos pescadores locais, além de ter área para camping, onde os apaixonados pela natureza podem ficar mais integrados.

Do cais saem passeios de barco pelo mar, com paradas para mergulho e passagens por ilhas paradisíacas. As águas cristalinas e profundas com muitas rochas formam o habitat perfeito para diversas espécies marinhas e muitos peixinhos coloridos. Os principais pontos para os adeptos do mergulho são as ilhas: Catimbau, Ratos, Ganchos, Comprida e Meros.

Pegue um barquinho para passear pelos arredores de Paraty, com muitas ilhas paradisíacas e paisagens de tirar o fôlego. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Pegue um barquinho para passear pelos arredores de Paraty, com muitas ilhas paradisíacas e paisagens de tirar o fôlego.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Já para quem gosta de trilhas que levam a lugares paradisíacos, a praia do Sono é a ideal. Com uma hora de caminhada é possível chegar à praia, localizada em Trindade. Ela tem uma extensa faixa de areia e águas claras.

Além das praias, os adeptos ao trekking vão se deliciar nas trilhas para as diversas cachoeiras de Paraty. A menos de 10 km da cidade, as principais cachoeiras são a da Pedra Branca, Poço da Lage, Tobogã e Toca da Ingrácia, que oferecem quedas que formam piscinas naturais, ideais para banhos, emolduradas pelo verde exuberante da Mata Atlântica da Serra da Bocaina.

De volta a cidade, não deixe de provar a tradicional e reconhecida Cachaça de Paraty, que tem reconhecimento do INPI como uma Indicação de Procedência brasileira. No final de agosto é realizado Festival da Cachaça, com muita música, dança e animação.

As reconhecidas Cachaças de Paraty, degustação garantida no Festival da Cachaça, em agosto. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

As reconhecidas Cachaças de Paraty, degustação garantida no Festival da Cachaça, em agosto.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  07 de Fevereiro de 2015

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

DICAS RECENTES DO BLOG

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2018 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site