Chapada dos Guimarães

Publicidade

Translator / Tradutor

No ponto equidistante da América do Sul, no Mato Grosso, está a cidade de Chapada dos Guimarães, a 67 km da capital Cuiabá. Uma cidade tranquila, com moradores simpáticos e acolhedores, e que reserva belezas naturais incrível saindo da urbanização.

A 25 km da cidade, imensos paredões avermelhados fizeram a fama da região. Lá se encontra o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, de incrível beleza natural e muitas lendas. Mas, as belezas já podem ser vistas pertinho da Rodoviária, com a Salgadeira, o antigo caminho de tropeiros que possui uma linda cachoeira. E o chamado Portão do Inferno, um mirante para apreciar o início dos paredões de arenito.

Cortada pelo paralelo 15° sul, uma linha imaginária que passa também pelo Lago Titicaca, a Chapada dos Guimarães tem muito misticismo envolvido. Segundo as profecias do padre Italiano Dom Bosco, estes lugares teriam uma energia superior. Por isso, é comum encontrar esotéricos que vão para lá renovar as forças.

O Parque foi criado em 1989 e ocupa uma área de 33 mil hectares. Um cenário do bioma Cerrado, com cachoeiras e cânions. E, de todo lindo local, cinco atrativos são os mais procurados: Mirante do Véu da Noiva, Circuito das Cachoeiras, Casa de Pedra, Morro de São Jerônimo e Vale do Rio Claro.

A Cachoeira Véu da Noiva, cartão-postal do Parque, tem uma queda de 86 metros e uma trilha fácil de 550 metros para seu mirante. O Circuito das Cachoeiras é um trajeto de 6 horas que passa por diversas cascatas, belíssimo passeio para quem está com disposição. Já a Casa de Pedra é uma gruta com inscrições rupestres. O Morro de São Jerônimo, com 836 metros de altura, é o ponto mais alto da região e o preferido pelos amantes dos animais, ótimo local para observação da fauna local, principalmente das araras os habitantes mais frequentes de se ver. E o Vale do Rio Claro é para os aventureiros que adoram as trilhas em 4x4.

Saindo do Parque, Chapada dos Guimarães ainda tem muitas atrações. A Caverna Aroe Jari é uma das mais conhecidas, com seus 1.500 metros de extensão de rochas areníticas e inscrições rupestres.

Outro ponto que merece destaque é a Cidade de Pedra, formações rochosas pontiagudas que se espalham por cânions de até 350 metros de altura e que remetem a castelos medievais.

Entre cachoeiras, grutas, cavernas, morros e cânions, a Chapada dos Guimarães atrai visitantes e praticantes de trekking, rapel, escalada, bike, entre outros esportes, que aproveitam o cenário natural perfeito para fazerem o que amam: descansar e aproveitar.

Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

Cadastre-se

Procurando dicas de viagens
pelo Brasil?
Cadastre seu email e
receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2017 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site