Barão do Melgaço

Publicidade

Translator / Tradutor

Pacato e bucólico município do Mato Grosso, Barão de Melgaço, a 140 km de Cuiabá, preserva em seu centro histórico, casas de arquitetura colonial do século XIX, época quando a região era importante produtora açucareira.

Barão de Melgaço recebeu este nome devido ao título dado ao Almirante Augusto João Manoel Leverger, que foi destaque na Guerra do Paraguai, trazendo para a cidade canhões e armamentos, além de construir as trincheiras com pedras no Morro Chacororé, que os moradores tentam preservar atualmente.

Além da história, Barão de Melgaço é rica em belezas naturais. Banhada pelos Rios Cuiabá e Mutum, possui 98% do seu território em área de Pantanal, a maior planície alagada do mundo, com belas paisagens, animais selvagens e uma linda flora renovável.

Na época da cheia, entre os meses de novembro a abril, a cidade se torna uma ilha em meio a um recanto natural. E, por este motivo, a cidade é o sonho de todo pescador.

Com rios cheios de peixes, Barão de Melgaço é procurada por pescadores de todos os lugares do Brasil e de países vizinhos, com a finalidade de se divertir e testar a paciência e a técnica para capturar um grande pintado ou outros peixes pantaneiros.

Passeios de barco (as chalanas) também são atrações em Barão de Melgaço e durante o trajeto é possível observar muitas espécies de pássaros, como garças, taiamãs, colhereiros, anhumas, papagaios e tuiuiú, além de animais como capivaras, iguanas e muitos jacarés. A flora da região também é riquíssima, com piúvas, ipês, canafístulas, orquídeas, bromélias, helicônias e muitas plantas aquáticas, que se renovam a cada ciclo de cheia e seca.

Barão de Melgaço abriga ainda em sua região belas lagoas e baías, como a de Acorizal, do Buritizal, do Receio, de Siá Mariana e a de Chacororé, com 15 km de extensão, sendo considerada uma das maiores do mundo. Estas baias possuem uma vista belíssima da área alagada do Pantanal, além de serem utilizadas para safari fotográfico e passeios de barco.

Às margens da Baía de Chacororé localiza-se a comunidade ribeirinha Mimoso, um pequeno povoado do distrito de Barão de Melgaço, onde nasceu seu filho mais ilustre: Cândido Mariano da Silva Rondon, o "Pai das Comunicações" e considerado o maior sertanista brasileiro.

Barão de Melgaço também é bastante conhecida pela Cavalgada, uma dramatização de uma luta hípica entre Cristãos e Mouros, com direito a cenário e figurinos. A festa, realizada em junho, movimenta a cidade e atrai centenas de visitante, mantendo vivas as Danças do Lenço, tradição sulista, e a Pesca com Arco e Flecha, herdada dos povos indígenas Boróros.

E por falar nos indígenas, Barão de Melgaço foi habitat de muitas tribos e esta constatação pode ser realizada nos sítios arqueológicos do município, principalmente nas praias e encostas no Capão do Caco, onde os vestígios são bem visíveis.

Barão de Melgaço possui um turismo ainda crescente. Porém, existem vários hotéis e pousadas, que oferecem conforto e passeios para observação da biodiversidade local. Um turismo ainda pouco conhecido, mas que vale a pena visitar.

Saiba mais sobre Cuiabá.

Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

Cadastre-se

Procurando dicas de viagens
pelo Brasil?
Cadastre seu email e
receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2017 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site