Pantanal do Sul

Publicidade

Translator / Tradutor

O Pantanal é a maior planície de inundação contínua do mundo, formada principalmente pelas cheias do rio Paraguai e afluentes. A região tem cerca de 250 mil km² e sua maior parte fica no Estado do Mato Grosso e Mato Grosso do sul, o restante fica na Bolívia e no Paraguai, onde recebe o nome de Chaco.

A região chamada de Pantanal Sul compreende o Mato Grosso do Sul, dois terços da planície pantaneira.  Lá estão a Nhecolância ou “Paraíso das Águas”, as cidades de Aquidauana e Miranda, que concentram a maior parte das pousadas e hotéis para os turistas, e o Porto Murtinho, usado para a pescaria. As principais maneiras de acesso são por Campo Grande e Corumbá.

O Pantanal Sul possui uma imensa diversidade na fauna e flora. Existem na região 1.132 espécies de borboletas, 656 de aves, 122 de mamíferos, 263 de peixes e 93 de répteis. Uma parte da região forma o Parque Nacional do Pantanal Mato-Grossense localizado na divisa dos estados MS e MT. A ausência de montanhas facilita o alagamento.

A principal atividade econômica da região é a criação de gado bovino. Na época das chuvas, de Outubro a Fevereiro o Pantanal fica praticamente inacessível por terra. No resto do ano, o solo forma um excelente pasto natural para o gado. Alguns sobrevivem como pescadores, tirando o sustento do rio que conta com mais de 263 espécies de peixes. Existe também uma pequena população indígena que vive nas margens do rio.

Uma atividade relativamente nova que é desenvolvida na região é o Ecoturismo. Pequenas pousadas, hotéis e outros comércios vivem do turismo sustentável. É possível também se hospedar em fazendas, com pensão completa.

É possível visitar o Pantanal em qualquer época do ano. Mas, são recomendados os meses de Novembro a Abril, período das chuvas. É nessa parte do ano que a vegetação está bem verde, os animais aparecem, pois têm alimento sobrando. O nível dos rios está alto e é nesse período que Pantanal está alagado.

Outro fator que deve ser levado em conta na hora de escolher a época do ano são os preços. Férias e feriados são alta temporada, as demais datas são baixa temporada. Se for possível evitar essas datas a economia pode ser grande.

Não economize nos guias locais, pois eles são de grande ajuda na hora de conseguir reservar de passeios, disponibilizam veículos com tração nas quatro rodas, transportes aquáticos e animais que são usados nas trilhas.

Além das trilhas, os passeios por safáris fotográficos, observação de aves, dia de peão e hospedagem em fazendas, fazem sucesso na região sul-pantaneira. 

Conheça também: Bonito | Campo Grande

Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

Cadastre-se

Procurando dicas de viagens
pelo Brasil?
Cadastre seu email e
receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2017 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site