Caxambu

Publicidade

Translator / Tradutor

Caxambu é conhecida desde a época do Império pelas suas estâncias hidrominerais. Dom Pedro, Princesa Isabel, Conde D’Eu e Dona Leopoldina eram frequentadores assíduos da cidade no interior de Minas Gerais e hoje homenageiam com seus nomes algumas das doze fontes do Parque das Águas, cartão-postal do município. Água e diversão não faltam na região.

Fontes que jorram água ininterruptamente e tem propriedades físico-químicas e medicinais diferentes, distribuídas em um grande jardim florido e bosques bucólicos: este é cenário do Parque das Águas, que atrai turistas em busca de tratamentos para o corpo e a alma. São cerca de 210 mil m² com atrações para todos os gostos e idades, desde caminhadas, passeios de pedalinho pelo lago, arvorismo, quadras poliesportivas, playground e piscina de água mineral. 

O Balneário de Hidroterapia, localizado no Parque em uma construção digna da realeza, oferece banhos de imersão, massagens relaxantes, piscina de hidroterapia, saunas, duchas e vários outros tratamentos revitalizantes.

O Parque também é ponto de partida do teleférico, inaugurado em 1988, sendo o primeiro do Circuito das Águas de Minas Gerais, do qual Caxambu faz parte. A subida de 908 metros passa pelo lago, mata nativa e chega ao Morro de Caxambu, ponto mais alto da cidade que oferece uma visão panorâmica da região. Aproveite a parada para visitar a estátua do Cristo Redentor com 15 metros de altura e o Cruzeiro da década de 20. Também há no local lanchonete e loja de artesanato.

Outro passeio imperdível em Caxambu é o tour de charrete pela cidade, que leva o turista a conhecer um pouco mais da história local. A Praça XVI de Setembro é tombada como Patrimônio Histórico. Cortada pelo riacho Bengo, ela tem um coreto antigo e jardins muito bem cuidados, que dão um charme especial ao espaço. Já o Museu de Caxambu abriga um acervo documental sobre a vida da cidade e é visita interessante ao final do tour.

Ainda no centro, a Igreja Matriz Nossa Senhora dos Remédios se destaca pelo estilo gótico. Um pouco mais afastada, a Igreja de Santa Isabel de Hungria foi construída a pedido da Princesa Isabel em agradecimento pela cura de uma anemia e, consequentemente, da infertilidade, sendo a Igreja prova da qualidade das águas medicinais de Caxambu.

Qualidade e sabor estão presentes também nos quitutes vendidos no Centro de Artesanato e nas lojinhas de Caxambu. Impossível não levar para casa doce de leite, compotas de frutas, geleias caseiras e as cachaças artesanais.

Para quem ainda tiver um tempinho, antes de se despedir da região, pode visitar Baependi, a 8 km de Caxambu, e se refrescar nas quedas d’água espalhadas no entorno da cidade. Destaque para as cachoeiras Caldeirão, Honorato Ferreira, Três Quedas e Caixão Branco, todas de fácil acesso. O lazer é garantido.

Conheça a capital mineira: Belo Horizonte

Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

Cadastre-se

Procurando dicas de viagens
pelo Brasil?
Cadastre seu email e
receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2017 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site