PIRENÓPOLIS: natureza, cultura, história e gastronomia

Publicidade

Translator / Tradutor

Quer coisa melhor do que reunir em uma só viagem paisagens exuberantes, contato com a natureza, passeios culturais, história local e boa gastronomia? Quem conhece bem o Brasil sabe por aqui é bastante possível encontrar essa combinação. E um dos maiores exemplos do turismo para todos os gostos é a charmosa Pirenópolis, em Goiás.

Localizada a 120 km de Goiânia e a 150 km de Brasília, a cidade tem cerca de 25 mil habitantes, mas não se deixe enganar pelo tamanho diminuto. As inúmeras atrações em Pirenópolis e na região ao redor fizeram o turismo por lá crescer exponencialmente nos últimos anos, principalmente a partir da década de 90.

Por se encontrar pertinho de duas capitais importantes do Centro-Oeste, Pirenópolis é de acesso fácil para o viajante interessado em explorar sua natureza, cultura, história e gastronomia. A estrutura hoteleira conta com diversas pousadas aconchegantes por conta do aumento do número de turistas, principalmente no meio do ano. Junho talvez seja a época ideal para visitar a cidade, por ser período de seca e ainda contar com a tradicional Festa do Divino, a Cavalhada.

Para os amantes da Natureza

Pirenópolis oferece aos mais aventureiros uma grande diversidade de trilhas e cachoeiras nas proximidades, além de inúmeras vistas e paisagens de tirar o fôlego de qualquer um. E a maioria delas se encontra no Parque Estadual da Serra dos Pireneus e no Santuário de Vida Silvestre Vaga Fogo.

O Parque conta com 3 mil hectares de trilhas, cachoeiras, poços e rochas milenares, além do mirante do Pico da Capelinha, o ponto mais alto de Goiás (1385 metros). A estrada até lá é bastante fácil e fica a aproximadamente 20 km do centro do município.

Já o Santuário apresenta a exuberância da fauna e flora do cerrado goiano. O turista pode atravessar o local em pontes de madeira para observar toda a beleza da vida silvestre local, e ainda praticar esportes radicais como arvorismo e rapel. Nos finais de semana ainda é possível aproveitar o café da manhã colonial típico da região lá servido.

Entre as cachoeiras mais procuradas das redondezas de Pirenópolis estão a do Abado, dos Dragões, do Rosário, da Meia Lua, da Usina Velha, de Santa Maria, do Bonsucesso e das Araras. Todas são populares entre os visitantes e costumam atrair muita gente durante o ano inteiro.

Para os amantes da Cultura

Para os visitantes menos aventureiros – ou nos dias de descanso das trilhas e cachoeiras – a cultura pirenopolitana não deixa a desejar. E o grande destaque cultural da cidade talvez seja o Theatro de Pirenópolis, o único do local, inaugurado em 1899 e com capacidade para 160 pessoas. Localizado na Rua Comendador Joaquim Alves, bem no centro, ele ainda mantém a fachada original mesmo após reformas, e recebe espetáculos e eventos de todos os tipos.

O Cine Teatro Pireneus é uma boa alternativa: inaugurado no começo do século 20 em estilo neo-clássico como teatro, foi reformado para se transformar em cinema duas décadas depois no estilo art-déco. Ainda há a Casa de Câmara e Cadeia, hoje réplica da construção original, que havia sido levantada em 1733 e hoje abriga o Museu do Divino Espírito Santo.

As festas tradicionais também são excelentes opções culturais, atraindo gente de todo o Brasil. A principal é a Cavalhada, oficialmente chamada de Festa do Divino Espírito Santo. Sempre 45 dias após a Páscoa (caindo no fim de maio ou começo de junho), o evento atrai milhares – e é a Cavalhada mais famosa do país.

A maior atração da festa é a luta coreografada representando o embate entre cristianismo e islamismo na Europa medieval. Os 12 de azul são do lado cristão, com os 12 de vermelho para os mouros. Há espaço para coroação, queima de fogos, badalo de sinos e desfile de carros de boi. Durante os três dias de Cavalhada, o povo também participa usando máscara de bois ou onças, e assustando uns aos outros.

Você está conferindo algumas atrações imperdíveis para incluir Pirenópolis na sua lista de viagens. Se está gostando das dicas, compartilhe no seu Facebook, ou tuíte, e convide os amigos!

Compartilhe no FacebookCompartilhe no Twitter

Para os amantes da História

Igrejas podem ser excelentes representantes da história de uma cidade. E Pirenópolis tem sua cota justa delas. A Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário, que data de 1728, é a mais antiga de Goiás e a principal do município. Já a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim também é do século 18, construída por escravos, e possui uma incrível escultura de madeira em tamanho real do Senhor do Bonfim trazida da Bahia.

Pirenópolis também conta com alguns museus para quem gosta de conhecer um pouco mais sobre a história da região: o Museu das Cavalhadas (ou do Divino Espírito Santo, já citado como ocupando a Casa de Câmara e Cadeia) conta a história do tradicional evento – importantíssimo na cultura local. Já o Museu Rodas do Tempo conta a evolução do transporte de duas rodas desde 1791 até a atualidade.

E em uma cidade tão charmosa claro que vale a pena o passeio pelo centro histórico, em suas ruas de paralelepípedo que transportam qualquer turista para uma visita aos séculos 18 e 19. A caminhada oferece observação de casarões coloniais, muitos deles tombados – além das Igrejas acima citadas.

Para os amantes da Gastronomia

E uma visita a Pirenópolis não pode deixar de fora a apreciação da gastronomia da região. Considerada polo gastronômico em Goiás, por ser uma das primeiras cidades do estado representa muito bem a culinária local. E os pratos típicos da região são muitos: o arroz com pequi, o empadão, a pamonha, a paçoca de pilão, a guariroba, além de doces de todos os tipos. E essas delícias costumam ser encontrados em qualquer restaurante, bar ou pousada na cidade.

E para quem quer mais experiências gastronômicas, ou apenas é um dos apreciadores da boa culinária, ainda há o Festival Gastronômico e Cultural, anualmente realizado em junho. É de dar água na boca só de pensar!

***
Com tantas atrações variadas, Pirenópolis está se destacando por oferecer tudo o que os turistas mais amam e nenhum sai decepcionado de lá, com opções de atrações naturais, culturais, históricas e gastronômicas.

Vale um bate-e-volta a partir das capitais Brasília e Goiânia, ou uma viagem exclusiva para curtir todas as atividades. Convencido? Vamos planejar essa trip?

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  24 de julho de 2017

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

Deixe o seu comentário

DICAS RECENTES DO BLOG

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2017 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site