MANGUE SECO: um destino de Cinema entre a Bahia e Sergipe

Publicidade

Translator / Tradutor

Cenário de gravações da novela e do filme Tieta, história de Jorge Amado, Mangue Seco é um dos locais mais bonitos do Brasil, sem dúvida nenhuma! Divisa entre Bahia e Sergipe, suas paisagens são realmente cinematográficas.

É mais que necessário incluir Mangue Seco como destino desejado na lista de viagens, para conhecer suas dunas, restingas, mangues e praias, fazendo passeios de bugue inesquecíveis. A areia fofa da região apresenta uma imensidão de montanhas brancas e em constante movimento que encantam qualquer visitante.

imagem-blog-passeio-de-bugue-pelas-duas-de-mangue-seco-bahia

Mesmo com a exploração turística, Mangue Seco continua sendo uma vila de pescadores com estrutura rústica e pouco movimentada. Praias quase desertas, sem barulhos e tumultos, semelhante ao vilarejo, com pequenas e poucas ruas, uma igrejinha, restaurantes caseiros e um clima perfeito para quem procura paz e tranquilidade a beira do mar.

Para te convencer ainda mais que Mangue Seco deve ser seus próximos destinos, veja algumas dicas.

1 – Mangue Seco é singular

Com paisagens primitivas de rio e mar, aliado a imensas dunas, Mangue Seco ficou conhecido nacionalmente através da novela Tieta, transmitida na TV em 1989. A partir desse período, o local ficou conhecido e passou a receber a visita de turistas do Brasil e do mundo, me busca daquele cenário paradisíaco e inusitado.

foto-praia-de-mangue-seco-bahia-1203

O melhor é que mesmo com o turismo frequente, a vila e as praias continuam com seu jeito rústico e selvagem, quase desertas e mantendo sua beleza original. E um dos motivos disso é que para chegar a Mangue Seco só mesmo de barco, pela travessia do Rio Real. Os carros ficam do outro lado da margem, em geral nos estacionamentos próximos aos barcos.

As ruas são de areia fina e macia, sem nenhum calçamento especial ou asfalto. O local é tão bucólico que pescadores ficam nas calçadas contando suas histórias para moradores e visitantes, fazem serestas e crianças brincam de roda e pique nas calçadas, até mesmo à noite.

foto-praia-de-mangue-seco-bahia-1167

Por falar em noite, o céu estrelado da vila é uma atração a parte, já que sua pouca iluminação valoriza a luz natural. Na lua cheia, é possível ver os seus raios prateados nas margens dos rios e criando pontos de luz nas areias das dunas.

O vilarejo fica na foz do Rio Real, que tem águas um pouco salgadas, provocando um efeito inusitado para quem vai mergulhar em nele. E na baía de Estância, é possível ver o encontro dos rios Real, Piauí, Fundo, Guararema, Priapu e Sagui com o Oceano Atlântico: visão deslumbrante da dimensão da natureza.

Outra singularidade de Mangue Seco é a presença do peixe-boi, animal mais comum no Rio Amazonas, mas que é encontrado no Rio Fundo e se reproduz com tranquilidade por lá.

Você está conferindo dicas de Mangue Seco, um cenário cinematográfico para suas férias. Se está gostando, compartilhe no seu Facebook, ou tuíte, e convide os amigos!

Compartilhe no FacebookCompartilhe no Twitter

2 – Passeios de Bugue

Os motoristas de bugue perguntam: “Com ou sem emoção?” antes de começar o passeio pelas dunas de Mangue Seco. A diferença está na velocidade, que pode provocar calafrios e tensão, mas também muita diversão.

foto-praia-de-mangue-seco-bahia-1185

O bugue é o único e melhor meio de transporte da região, que leva até pontos especiais das dunas e praias da região. Veículos de passeios são proibidos de trafegar, exatamente por não conseguirem caminhar pela areia fofa e altíssima das dunas. Motoristas experientes de bugues sabem onde há buracos no caminho criados pelo movimento dos ventos.

Os passeios guiados seguem o caminho das dunas, cajueiros e coqueirais. A diversão começa  no “ski bunda”, que faz o visitante escorregar pela montanha de areia até o final.

foto-praia-de-mangue-seco-bahia-1180

Os passeios buscam ir a locais que serviram de cenário para a novela e o filme de Tieta, como a fazenda que foi a casa dela na novela, onde era pastora de cabras logo nos primeiros capítulos. No alto do morro mais alto há a visão da Ilha de Tieta, onde dois famosos coqueiros chamados de Romeu e Julieta fizeram parte da abertura da novela. O passeio vai até a praia do Mangue Seco, onde uma parte dela é conhecida como Praia de Tieta, com redes e coqueiros que dão um toque especial ao que já é tão bonito.

foto-praia-de-mangue-seco-bahia-1223

Há ainda o passeio pelo Morro do Caju e quando é época os frutos ficam a disposição dos visitantes. No encontro dos rios com o mar e a visão do Rio Real e Piauí, as imagens são inesquecíveis.

3 – Praia de Mangue Seco e Costa Azul

Última praia do litoral norte da Bahia, a vila de Mangue Seco tem duas praias: uma com o mesmo nome e a Costa Azul.

Para quem está na vila e deseja ir a Praia de Mangue Seco, a caminhada é moderada e pode ser feita indo a margem do Rio Real até chegar ao caminho de areia das dunas que leva a praia. Quando a maré está alta é preciso contornar o farol. Caso não queira enfrentar essa caminhada, é só pegar um bugue.

foto-praia-de-mangue-seco-bahia-1261

A Praia de Mangue Seco é rodeada de montanhas de areias. São 27 km de uma faixa longa de areia, com poucas barracas de consumo e nenhum barulho a não ser das águas do mar. As árvores secas com raízes a mostra dão um charme a mais no local e é ótimo para um cochilo na rede.

Clique aqui e veja imagens em 360 graus por Mangue Seco.

Suas águas são calmas na maior parte do tempo, mas há períodos onde as ondas podem atrair surfistas. O vento movimenta as areias das dunas e criam buracos de piscinas naturais ótimas para o banho.

foto-praia-de-mangue-seco-bahia-1255

A outra praia do vilarejo é a Praia da Costa Azul. Suas águas não são azuis como o nome sugere, mas ainda assim são muito bonitas e claras, além de mornas e calmas. São 8 km de areia, ao lado do Rio Cavalo Russo. Seu acesso é por uma pequena mata nativa. Um navio da Segunda Guerra Mundial naufragado pode ser visto e fotografado quando a maré está baixa. Em toda a extensão da areia é possível encontrar ninhos de tartarugas marinhas protegidos pelo IBAMA. O visitante interessado em ver de perto uma desova, basta marcar com os biólogos da região.

Onde Ficar e Onde Comer em Mangue Seco

Em toda a margem das praias de Mangue Seco e Costa Azul há pousadas, restaurantes, bares e casas de pescadores que oferecem estrutura para os turistas.

A estrutura do comércio em geral é simples, mas é possível encontrar lugares como o Resort Recanto da Natureza e a Pousada Fantasia do Agreste.

Na Praia da Costa Azul há a Pousada do Forte, com bom custo x benefício e conforto para usufruir de momentos relaxantes.

Para comer, Mangue Seco possui instalações simples e primitivas, mas com boas comidas a bons preços. O Anduras é bem aconchegante e culinária típica regional. Na beira da Praia de Mangue Seco, o Restaurante do Binho tem comida baiana e bons petiscos. Na vila, o Restaurante Pôr do Sol tem camarões frescos, mariscadas, caranguejos e grande variedade de caldos. Não saia de Mangue Seco sem provar a moqueca de aratu – o caranguejo da região. Uma delícia!

Como Chegar

A melhor forma de chegar a Mangue Seco é pela Linha Verde, via litorânea utilizada tanto para quem vem de Aracaju quanto de Salvador. Fica aproximadamente a 65 km da capital de Sergipe e a 250 km da capital da Bahia.

Vindo de Aracaju, é importante ficar atento as placas no sentido da Praia do Saco e da Ponte Gilberto Amado. No último trevo da Praia do Saco, haverá a primeira travessia para Mangue Seco. O estacionamento do local serve para deixar o carro já que o caminho é feito por lancha.  Na própria Praia do Saco há outra travessia, mas mais distantes de Mangue Seco.

Por Salvador, há a travessia via Povoado Costa Azul, encontrada na Linha Verde km 173. A pequena estrada não é asfaltada, mas é bem organizada. Já próximo ao Povoado, vire em direção ao Povoado Coqueiro e Mangue Seco que sai direto na Lagoa do Costa Azul.

Já no Povoado Coqueiro, o carro só consegue continuar a trajetória se tiver tração nas quatro rodas. Nesse caso, o mais indicado é pegar um bugue.

***
O que achou? Convencido de ir conhecer e passear em Mangue Seco? Planeje sua viagem e nos encontramos lá!

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  12 de abril de 2017

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

Deixe o seu comentário

DICAS RECENTES DO BLOG

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2017 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site