FLORESTA AMAZÔNICA: um destino exuberante do Brasil

Publicidade

Translator / Tradutor

Em 2011, a Floresta Amazônica figurou como uma das novas Sete Maravilhas do Mundo. Motivo há demais para que isso aconteça, afinal o local é verdadeiramente incrível. Ainda assim, é um destino pouco conhecido e explorado pelos próprios brasileiros.

Quando se fala em passar férias na Amazônia, imagina-se automaticamente uma aventura em meio à matas, animais e aldeias indígenas. Uma viagem verdadeiramente selvagem, mas não é tão intensa assim. Mesmo com pouca estrutura, passar uns dias na Floresta Amazônica pode ser revigorante e relaxante.

Os passeios estão todos ligados à natureza e é comprovado o efeito que o meio exerce sobre as nossas emoções. Então se você ainda está indeciso sobre esse destino, veja o que vai encontrar nesse lugar incrível e, legitimamente brasileiro!

O que fazer na Floresta Amazônica

Fica praticamente difícil listar todos os tipos de passeio que você encontrará aqui. O seu roteiro vai depender de duas questões: tipo de viagem que você procura e orçamento disponível. Dá para aventurar-se muito, ter dias totalmente desconectados e viver de fato um estilo mais selvagem; como dá também para ter todo o conforto em meio à grande floresta. O orçamento conta, principalmente, nesse segundo caso. Viajar para a Floresta Amazônica está longe de custar pouco, mas a viagem vale cada centavo investido.

Listamos a seguir os principais passeios da região.

Focagem de jacaré e boto cor de rosa

A focagem de jacaré é um dos principais passeios para quem está na Floresta Amazônica. Trata-se de uma “pesca” demonstrativa desses animais e onde você poderá aprender um pouco mais sobre a espécie. É possível vê-los de muito perto, tirar fotos e tocar. Geralmente é um passeio feito a noite.

jacare-amazonas

Já os botos cor de rosa pede um dia inteiro livre. Eles são encontrados no Recanto dos Botos e, se você for sair de Manaus, precisará fazer um percurso de pelo menos 2 horas de viagem. Chegando ao Recanto, dá para conhecer mais sobre esses lindos animais, nadar com eles e aproveitar o seu dia da melhor forma. É um passeio maravilhoso e para todas as idades.

Caminhadas e trilhas

Os aventureiros de plantão também terão programação de sobra na Floresta Amazônica. Dá para caminhar e fazer trilhas pelos caminhos mais populares para essa atividade. Você pode também optar por um pacote com escalada em árvores, podendo subir até 70 metros de altura com a ajuda de um instrutor. Vale muito a pena se você não tem medo de altura!

Visita a comunidades indígenas

São muitas comunidades indígenas que vivem na região amazônica. Algumas são totalmente alheias à civilização e não aceitam visitantes, mas outras abrem suas portas e você poderá conhecer de perto o estilo dos habitantes nativos do nosso País.

Pesca de piranha

A pesca de piranha também é um clássico entre os passeios para se fazer na Floresta Amazônica. Dá para praticar a pesca de piranhas em diversos rios e, para os mais corajosos, ainda dá para nadar com elas!

botes amazonia

Encontro das águas

O famoso encontro das águas entre os rios Negro e Solimões é o mais conhecido do país. É a partir desse ponto que o Rio Amazonas começa. Além de ver essa beleza da natureza, você também poderá percorrer por alguns igapós e igarapés, tudo sobre canoas e guiado por profissionais que aproveitam o momento para contar muitos causos e acontecimentos que fazem parte da história e cultura dessa região.

Você consegue fazer esse passeio a partir de Manaus, mas precisará de um dia inteiro reservado para ele. O ponto de partida é o Cais Flutuante e existem diversas empresas que oferecem o serviço.

Parque da Vitória Régia

Geralmente o passeio do Encontro das Águas já inclui esse trajeto, mas não são todos. O Parque da Vitória Régia é uma reserva natural para essas plantas que são verdadeiramente incríveis. O encanto do passeio começa já na porta, onde há um bar flutuante e que vende diversos artesanatos e lembrancinhas.

vitoria regia2

Melhor época

Essa com certeza é uma pergunta comum quando se viaja para qualquer região. Todos os destinos turísticos possuem meses de alta estação e baixa estação. No caso da Floresta Amazônica (e até mesmo toda a região Norte do país), de dezembro até maio é a época que mais chove, então alguns passeios não são feitos. Por outro lado, há rios e lagos mais cheios, permitindo que os barcos percorram um caminho bem maior. Nessa época também é possível encontrar igapós, que são partes da floresta que ficam inundadas por completos e isso se transforma em mais um passeio, sendo percorrido por canoa.

De julho até novembro é um período mais seco na Floresta Amazônica. Você já poderá aproveitar as regiões que não inundam nos meses chuvosos e também tem acesso às famosas praias fluviais. Aqui também estão liberadas todas as trilhas e caminhadas, pois não há riscos de pequenos acidentes.

floresta amazonica

As duas épocas são perfeitas para se visitar a floresta, mas é muito importante que você veja o que pode e não pode ser feito para evitar não encontrar aquele passeio tão desejado.

O que não pode faltar na mala

Por ser uma viagem diferente. Alguns itens não podem ficar de fora da sua mala, tanto por questão de conforto, como por segurança.

Repelente

É importante, contudo não precisa se preocupar porque você não será devorado por mosquitos na floresta. A impressão que se tem, devido a extensa mata, é que o lugar é repleto de pernilongos e outros insetos incômodos, mas não é! Alguns dos hotéis encontram-se em regiões cercadas por rios com muita acidez e nesses ambientes não há proliferação de mosquitos. Já se você ficar em uma aldeia ou comunidade mais afastada, provavelmente precisará de um repelente.

Protetor solar

Mesmo em meio a mata nativa é preciso se proteger do sol, que por sinal é bastante forte na região. Por isso, um protetor ou bloqueador solar são itens indispensáveis.

Roupas e calçados confortáveis e leves

Entre as roupas, coloque na mala as vestimentas sempre leves e confortáveis. Lembre-se que roupas mais pesadas e calorosas não deixarão você aproveitar totalmente os passeios.

Já para os calçados, deixe os mais sociais em casa ou só os leve se tiver algum evento urbano. Tênis e botas de trilha são os mais confortáveis e devem ser os escolhidos da vez. Lembre-se há passeios com longas caminhadas, então tenha a certeza de escolher aquele que suporta tal programação. Se tiver um tênis ou bota impermeável, é ainda mais indicado!

Onde ficar

Você deve até agora estar se perguntando se é melhor ficar em Manaus ou se dá para se hospedar na própria Floresta Amazônica? Não há diferença entre os dois quando se fala em qualidade, pois nos dois ambientes há opções de hotéis mais simples e também luxuosos. Podemos ainda indicar uma terceira opção, que são os cruzeiros, muito comuns nessa região.

A única questão é que na floresta você tem um contato maior com a natureza e tem um pouco mais de tempo para aproveitar os seus passeios. Caso opte por ficar em Manaus, é imprescindível que programe todos os translados com atenção e, de preferência, pague-os antecipadamente. Caso esteja viajando com agência, provavelmente já sairá do seu destino com esses trajetos programados.

A Floresta Amazônica é um destino incrivelmente único! Programe-se com bastante antecedência para aproveitar os dias por lá como eles merecem!

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  03 de setembro de 2015

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

Deixe o seu comentário

DICAS RECENTES DO BLOG

GUIAS DE VIAGENS GRÁTIS - BAIXE AGORA O SEU!

Loja
Encontre os melhores ebooks de dicas de viagem pelo Brasil

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2017 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site