EXTREMO SUL DA BAHIA: agito e sossego em um só lugar

Publicidade

Translator / Tradutor

O Extremo Sul da Bahia é um verdadeiro pedaço do paraíso. O clima tropical reina absoluto o ano inteiro e o mar de águas azuis e cristalinas é um convite irresistível a relaxar e apreciar a paisagem em meio à natureza intocada.

Praias de água doce e salgada, rios, cachoeiras, mangues, falésias, coqueirais e a Mata Atlântica formam uma flora riquíssima e fazem da região um refúgio da fauna variada.

Mas, o Extremo Sul da Bahia não é conhecido apenas pelas belezas naturais e tranquilidade. Festas praianas, diversão e muito agito também tomam conta dos municípios que formam a região.

 

Costa do Descobrimento

A parte mais norte, a 730 km de Salvador, é chamada de Costa do Descobrimento, é considerada o berço da história brasileira e foi Tombada como Patrimônio da Humanidade. Formada por Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália e Belmonte e onde estão os distritos de Arraial D`Ajuda, Trancoso, Caraíva e Santo André.

Os centrinhos das vilas e os resorts praianos agitam dia e noite a região, com gastronomia de alta qualidade e festas animadas, além dos 150 km de praias.

 

Santa Cruz Cabrália

A 23 km de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália é um lugar histórico da região, pois é onde foi realizada a primeira missa no Brasil, em 1500. Hoje, o local é a Praia Coroa Vermelha e há uma cruz simbolizando o fato. Esta é a praia mais movimentada da cidade, com muitas barracas e agitação dia e noite.

Um dos passeios imperdíveis de Santa Cruz é o passeio de barco para as praias da vila de Santo André, que passam nos bancos de corais de Coroa Alta. Fantásticos cenários paradisíacos.

Cruz simbolizando a primeira missa rezada no Brasil, na Praia Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália, na Bahia. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Cruz simbolizando a primeira missa rezada no Brasil, na Praia Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália, na Bahia.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Links relacionados

 

Porto Seguro

Considerada o berço do Brasil, Porto Seguro é hoje uma cidade agitada, com o centro histórico com construções que remetem à época do descobrimento e muitos resorts a beira praia com movimentação constante.

O local mais badalado na cidade é a Passarela do Descobrimento (mais conhecida como Passarela do Álcool), que reúne lojas, bares e restaurantes. A praia de Taperapuã tem no axé sua movimentação 24 horas.

A tranquila Praia do Curuípe contrasta com a agitada Praia Mundaí, ambas com boa infraestrutura de barracas turísticas.

Passarela do Descobrimento, mais conhecida como Passarela do Álcool, em Porto Seguro, na Bahia. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Passarela do Descobrimento, mais conhecida como Passarela do Álcool, em Porto Seguro, na Bahia.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Links relacionados

 

Arraial D’Ajuda

Separada de Porto Seguro pelo Rio Buranhém, Arraial D’Ajuda tem na Rua do Mucugê o seu ponto principal de movimento, que mostra que o clima local é uma grande miscelânea de culturas, reunindo lojas de artesanatos mundiais, restaurantes de cozinha internacional e muitas pousadas, todas emolduradas pelas belas árvores da região. Além disso, as praias são pequenos espaços de lazer e tranquilidade.

A Praia Pitinga é a mais tranquila e afastada do centrinho, com bares, pousadas e barracas respeitando o estilo rústico e tropical da vila. Já a Praia do Club Med e a Praia do Parracho são as mais movimentadas, um incrível contraste com a calmaria da Praia Taípe, a mais selvagem de Arraial, já na metade do caminho para Trancoso. A Praia Taípe é emoldurada por gigantescas falésias coloridas que chegam a 45 metros de altura e a praia tem trechos desertos e mar de ondas fortes, mas que formam piscinas na maré baixa.

Praia do Club Med, em Arraial D'Ajuda, na Bahia. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Praia do Club Med, em Arraial D’Ajuda, na Bahia.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Links relacionados

 

Trancoso

Trancoso não perdeu o charme dos anos 70, quando foi descoberta. Entretanto, ao invés apenas do paraíso natural, as pousadas sofisticadas, lojas de grife e restaurantes de chefs famosos atraem muitos visitantes, mesmo que o Quadrado (a praça central da Vila localizada em uma falésia) continue sem iluminação pública e circulação de carros.

As Praia dos Nativos e dos Coqueiros são as mais próximas da vila de Trancoso, por isso mais movimentadas com barracas e agitação. Já a badalada Praia de Rio Verde possui beach clubs, que realizam festas à tarde com drinks requintados e muita música e contrasta com a Praia do Rio da Barra, quase na metade do caminho para Arraial da Ajuda, quase deserta e onde está a foz de um riacho e as falésias. Já para uma das praias mais lindas da região, a Praia de Ponta de Itaquena, é preciso ter disposição. 1h30min de caminhada, a partir da Praia do Rio Verde, permite o acesso e lindíssima e intocável Ponta de Itaquena, com piscinas naturais na maré baixa é um recanto de sossego em meio a tanta beleza. E a Praia do Espelho… ah, esta merece um comentário todo especial!

Estrutura da Praia de Rio Verde, em Trancoso, na Bahia. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Estrutura da Praia de Rio Verde, em Trancoso, na Bahia.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Links relacionados

 

Praia do Espelho

A Praia do Espelho, pertinho de Trancoso, já entrou na lista das praias mais lindas do Brasil e tem bons motivos para isto.

Piscinas naturais de águas azuis e cristalinas, emolduradas por um rio, coqueirais ou pelas grandes falésias branco-avermelhadas e uma faixa de areia clara onde estão espreguiçadeiras de madeira cobertas com almofadões: um convite irresistível ao descanso. Esta é a Praia do Espelho, pertencente ao vilarejo de Curuípe, e por isso também conhecida como Praia do Curuípe.

A excelente infraestrutura turística proporcionada pelas várias pousadas rústicas à beira-mar fizeram a fama da Praia do Espelho, que recebe muitos visitantes na alta temporada, onde os preços e o agito também aumentam. Se quiser aproveitar o local com mais sossego e preços mais módicos, o ideal é vir na baixa temporada.

Além da bela praia, no alto da falésia está a Vila do Outeiro, dentro do Condomínio Outeiro das Brisas, muito similar ao Quadrado de Trancoso, com casinhas coloridas que abrigam mais pousadas, alguns restaurantes e conveniências e lojas de artesanato. Aproveite para ir até o mirante e apreciar a linda paisagem.

Vista da Praia do Espelho a partir da falésia, em Curuípe, na Bahia. Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Vista da Praia do Espelho a partir do mirante, em Curuípe, na Bahia.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

Links relacionados

 

Caraíva

Caraíva, que fica em uma península e tem acesso apenas por barco, é um lugar muito diferente, com infraestrutura simples, um modo de vida bem peculiar, muitas histórias de pescadores e uma beleza natural indescritível.

O barco que sai de Nova Caraíva demora poucos minutos para atravessar o Rio Caraíva e na chegada a recepção é ótima, pois os moradores são bastante simpáticos. Na Vila com ruas de areia e sem sinal de celular, existem lojas e restaurantes, que servem boas refeições a preços bem atrativos.

Durante o dia passeie nas lindas praias da região, como a Praia de Caraíva, a mais movimentada, a Praia do Satu, quase deserta, acessada após 40 minutos de caminhada após atravessar o rio e a Praia de Juacema, uma enseada com piscinas naturais e falésias, logo depois da Satu. Ao final da tarde aprecie o por do sol na Praia Barra Velha, a mais distante, e a noite se divirta muito em um dos famosos forrós de Caraíva, como as casas Pelé ou Ouriço, que atraem gente de toda região.

Caraíva também é uma das portas de entrada para o Parque Nacional de Monte Pascoal e onde está a Aldeia Mãe Barra Velha, uma Reserva Indígena Pataxó, onde vivem 500 famílias. No Centro Cultural de Tradições Indígenas é possível conhecer um pouco mais da cultura, dança, culinária, artesanato e da língua Pataxó.

foto-caraiva-turistas-atravessando-de-barco

Barco faz a travessia do rio até a vila de Caraíva.
Photograph by Ricardo Junior / www.ricardojuniorfotografias.com.br

 

Links relacionados

 

Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal

Localizado a 156 km de Porto Seguro, o Parque foi criado em 1961 com o objetivo de proteger a biodiversidade e os ecossistemas ao redor do Monte Pascoal, o primeiro pedaço de terra avistado pelos portugueses, em 1500, marco histórico do Brasil.

A entrada principal do parque fica na Aldeia Pataxó Pé do Montel, na BR 498 km 0, com acesso pela BR 101 aproximadamente no km 794. A entrada no parque é permitida apenas com condutores, que são da tribo indígena do local e a visitação é restrita à trilha que leva ao topo do Monte Pascoal, com 536 metros de altitude. A trilha de 3 horas (ida e volta) é puxada, mas o visual do alto é fantástico, com 38 km de praias em linha reta.

 

Costa das Baleias

A faixa costeira bem ao sul é chamada Costa das Baleias. Isto porque, de julho a novembro, a região recebe a visita das baleias jubarte vindas da Antártida para reprodução em águas mais quentes.

A Costa das Baleiras compreende os municípios de Alcobaça, Caravelas, Prado Mucuri e Nova Viçosa, incluindo a vila de Cumuruxatiba. A faixa litorânea tem uma grande barreira de coral que formam piscinas naturais em alto mar. Com isso, a principal atração, além das praias paradisíacas, é o Parque Marinho de Abrolhos, um arquipélago de 5 ilhas a 70 km da costa, onde a vida subaquática surpreende os mergulhadores.

 

Parque Nacional Marinho dos Abrolhos

“Quando te aproximares de terra, abre os olhos”. E assim foi dado o nome da região, por Américo Vespúcio, em 1503, que foi o primeiro a avistar o arquipélago.

Atualmente, Abrolhos é um Parque Nacional Marinho, formado por 5 ilhas vulcânicas (Santa Bárbara, Sueste, Redonda, Siriba e Guarita), além do Parcel de Abrolhos e o Recife dos Timbebas. É considerado um dos melhores pontos do Brasil para a prática de mergulho, pois a visibilidade chega a 20 metros e nas águas cristalinas há uma variedade incrível da fauna e flora e uma dezenas de espécies de corais, que deixam o fundo do mar incrivelmente colorido.

Caravelas, Prado, Alcobaça e Nova Viçosa são as portas de entrada para o Parque Nacional Marinho de Abrolhos, de onde saem os passeios, permitidos somente na ilha da Siriba e com acompanhamento de monitores do Ibama, para que a preservação do ambiente seja mantida.

No mergulho é possível ver os inúmeros peixes, além de tartarugas, barracudas, cavalos-marinhos e, entre os meses de julho e outubro, as baleias jubarte, que dão um show a parte.

 

Prado

Prado teve origem em 1755, numa aldeia de índios descendentes dos aimorés, à margem esquerda do Rio Jucuruçu, bem próximo do mar. Plana e arborizada, a cidade reúne prédios históricos do século XIX e é ideal para quem quer fugir dos agitos de Porto Seguro e Arraial d’Ajuda.

A Avenida Central está repleta de lojinhas onde são expostos os trabalhos de artesãos e artistas plásticos locais. Os restaurantes, de culinária diversificada, também no centro e em torno do Beco das Garrafas, agradam ao paladar e bolso de todos.

Por mais de 80 km do litoral do Prado há praias de ondas calmas, areias claras e águas cristalinas e mornas, muitas delas ainda em estado primitivo . A Praia do Tororão é fantástica e onde é possível banhar-se no mar ou no rio, pois há uma cascata que desce das falésias em direção ao mar. As Praias de Areia Preta e Japara são outras praias que possuem paisagens lindas e são mais movimentadas na alta temporada. Já Cumuruxatiba é uma história a parte…

Cumuruxatiba

Durante o verão, há muitas atrações culturais, além das praias. Na baixa temporada Cumuru, como é conhecida pelos nativos, fica deserta e é possível aproveitar todas as belezas de lá na maior tranquilidade. Na língua pataxó, Cumuruxatiba quer dizer grande variação de maré. E é exatamente isto que acontece nas praias. Maré muito alta, ideal para prática de esportes aquáticos; ou muito baixa, formando fantásticas piscinas naturais para relaxar.

Um dos passeios mais lindos é o trekking até o Rio Cahy, passando por praias desertas, as falésias coloridas, coqueirais e até uma área remanescente de Mata Atlântica. A Praia Barra do Caí, a 18 km de Cumuruxatiba é belíssima e pode-se ir andando a beira-mar, mas com risco da água subir na hora de voltar para a vila. Já para chegar na Ponta do Corumbau é preciso pegar barco a partir Cumuruxatiba, ou andar 57 km em estrada de terra. Já imaginou a beleza do local, não é? A Ponta do Corumbau é a mais bonita da região, deserta e estende-se pela foz do Rio Corumbau, com águas calmas e esverdeadas. Paz no paraíso.

Links relacionados

Por Guia Viagens Brasil Texto: Fotos:  17 de janeiro de 2015

Receba dicas de viagem


Insira seu email para receber artigos exclusivos e dicas de passeios imperdíveis!





Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

Deixe o seu comentário

DICAS RECENTES DO BLOG

GUIAS DE VIAGENS GRÁTIS - BAIXE AGORA O SEU!

Loja
Encontre os melhores ebooks de dicas de viagem pelo Brasil

Procurando dicas de viagens pelo Brasil?
Cadastre seu email e receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2017 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site