Península de Maraú

Publicidade

Translator / Tradutor

Situada entre a baía de Camamu (terceira maior do país) e Itacaré , a Península de Maraú é considerada um dos lugares ecoturísticos mais bonitos do Brasil. Fica ao sul da Bahia e possui paisagens desertas extremamente bem preservadas, com cenários praticamente intocáveis. A riqueza das espécies marinhas e da biodiversidade como um todo surpreende qualquer visitante. As praias são repletas de coqueiros imensos e verdes, rios de água doce que corta o mar, águas calmas e algumas com ondas fortes, rochas, faixa de areia extensa, recifes que formam atraentes piscinas naturais...As belezas da Península de Maraú não tem fim.

Além das refrescantes praias, algumas caminhadas e passeios terrestres levam até paisagens interessantes como a vista do Morro Bela Vista da onde se descortina toda a costa, a Ilha da Pedra Furada com formações rochosas e a Cachoeira do Tremembé ideal para banhos. Durante esses passeios que também reúnem percurso de canoa pelo leito do rio, observam-se os mangues e outras vegetações que embelezam ainda mais o ambiente.

Sabe-se que os primeiros habitantes da região foram os índios tupiniquins, quando em 1560 foi fundada a aldeia. Já nos anos 1600 foi invadida por alguns gringos, principalmente holandeses que adentraram o território com atos de pirataria. Este paraíso esteve escondido por muitos anos, sendo descoberto por brasileiros há apenas alguns anos. Há boatos de que o escritor Antoine de Saint-Exupéry, do livro “O Pequeno Príncipe”, chegou a viver no povoado por vários anos. Mesmo com o aumento das visitas, a cidade ainda preserva sua rusticidade sobrevivendo da pesca e cultivando seringueiras, dendê, pupunha, cravo-da-índia, guaraná, cacau e pimenta do reino.

Os 40 km de praias quase desertas o ano todo fazem a alegria dos turistas que preferem fugir do burburinho e ter uma vivência mais direta com a natureza. Mesmo na alta temporada, as praias dificilmente ficam lotadas, pois a Península de Maraú abriga tantas ilhas, praias e passeios alternativos que as pessoas se dividem entre os atrativos, dispersando qualquer movimentação intensa. Porém, se o objetivo é curtir mais animação, vale frequentar as barracas da praia e os restaurantes de Barra Grande que costumam concentrar mais agito, principalmente quando cai a noite.

A hospedagem é garantida em quase todos os vilarejos ao redor, mas a melhor concentração e opções ficam em Barra Grande e Taipu de Fora. O mesmo se diz dos restaurantes, além daqueles próprios das pousadas, se encontram pratos com especialidade de comida internacional e regional brasileira nas ruelas de Barra Grande. Aproveite para apreciar as moquecas tão elogiadas e os crepes de sabores exóticos.

Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

Cadastre-se

Procurando dicas de viagens
pelo Brasil?
Cadastre seu email e
receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2017 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site