Mangue Seco

Publicidade

Translator / Tradutor

Mangue Seco é um vilarejo que merece destaque. O local foi cenário para transmissão da novela Tieta, inspirado na obra “Tieta do Agreste” de Jorge Amado. As filmagens mostravam toda a beleza da praia que dá nome à vila, em meio a dunas imensas. A vila é a última da região dos Coqueiros, na região do extremo norte baiano e fica no município de Jandaíra que faz divisa com o Sergipe. Por isso, turistas de Aracaju, logo ao lado não resistem à Mangue e se deslocam alguns quilômetros para conhecer o rústico vilarejo. Alguns visitantes da Costa do Sauípe e da famosa Praia do Forte também aproveitam a peregrinação para conhecer o cenário paradisíaco.

Apesar de serem apenas duas praias ali existentes, o cenário compensa com as altas dunas da praia de Mangue Seco com ondas fortes na maré alta e relaxantes na maré baixa. Já a praia Costa Azul fica em evidência pela rica vegetação do entorno que contempla coqueiros, vales e montanhas. As praias agradam tanto turistas, quanto surfistas e pescadores que também encontram seu lugar ali. Algumas barracas estrategicamente colocadas, servem saborosos petiscos fresquinhos e bebidas geladas. Dentre os atrativos mais requisitados está o de bugue pelas dunas. Este é, inclusive, a melhor forma de acesso às praias, principalmente na maré alta.

O frescor dos mariscos e pescados se justifica pela privilegiada região onde fica situado Mangue Seco. O vilarejo é contornado pelos rios Fundo e Real, ambos se apresentam fartos em espécies marinhas e de água doce, uma vez que se misturam com a água do mar. O primeiro é conhecido por abrigar o peixe-boi, apenas encontrado no Rio Amazonas. Outros peixes encontrados são as arraias, aratu, cações e carapebas. O segundo rio, chamado Real, revela uma mistura de água doce e salgada que torna o ambiente ideal para banhos. Por estar na baía da Estância a região possibilita o fenômeno do encontro de seis rios com o mar, são eles: Real, Fundo, Piauí, Guararema, Priapu, e Saguí. Vale a pena o passeio em embarcações por entre os rios para apreciar o manguezal.

No centro do vilarejo se encontra uma praça central, uma igrejinha e ruelas de areia à beira do rio Real. Alguns poucos restaurantes ficam ali na região, já as pousadas ficam estabelecidas no caminho para as praias. Os passeios pelo local podem ser feitos a pé ou de bugue, uma vez que os carros são deixados na cidade de Pontal, do outro lado do Rio Real, da onde se atravessa a partir de barcas ou lanchas.

Gostou? Divulgue este artigo para seus amigos!

Cadastre-se

Procurando dicas de viagens
pelo Brasil?
Cadastre seu email e
receba dicas exclusivas:

Editorial - Contato - Anuncie Grátis - Área de Anunciantes - Seja um colaborador

© Copyright 2013 - 2017 - Guia Viagens Brasil - Mapa do Site